Filme: Only Mine (2019) - Dicas de Filmes Pela Scheila

segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Filme: Only Mine (2019)

"Only Mine" conta uma história ficcional levemente inspirado em uma história real. Foi dirigido por Michael Civille a partir do roteiro escrito por Matt Young. O lançamento aconteceu em 2019. Não é um filme original da Netflix, "Only Mine" foi produzido pela MarVista Entertainment.

Na história real, Laura Kucera, uma jovem de 19 anos, levou dois tiros na cabeça e um no ombro e foi deixada para morrer em uma vala pelo ex-namorado Brian Anderson, que na época tinha 22 anos. Brian sequestrou Laura em de outubro de 1994. Passados quatro dias, ele reconsiderou e levou as autoridades para onde a deixou. Laura sobreviveu. Ela morreu um ano depois em um acidente de carro. Seu agressor ainda continua na prisão.


O filme apresenta Julie Dillon (Amber Midthunder), uma jovem que trabalha de garçonete de um restaurante local para conseguir dinheiro para ingressar na universidade. Certo dia, ela conhece David Barragan (Brett Zimmerman), um policial recém-contratado na cidade. 

Em pouco tempo eles engatam um namoro, mas o relacionamento deles começa a desandar quando David demonstra traços de possessividade. No entanto, ele não aceita a separação e passa a persegui-la em todos os lugares. 

Assustada, Julie aciona a polícia, mas David espalha boatos que a garota era uma viciada em álcool, por ser uma cidade de interior, todos acreditam e passam a agir com hostilidade para com ela. Em vez de vítima, Julie passa a ser a pessoa má da história.

Passado algum tempo, David sequestra Julie e atira nela por diversas vezes. Ele a deixa na floresta para morrer. Mas Julie não morre.

"Only Mine" lembra filmes do Lifetime onde a maioria são baseados em histórias reais, mas geralmente romanceados para deixar a história mais palatável ao público. Nesse filme muita coisa foi modificada, a história real por trás do filme é sombria e assustadora. A premissa, embora seja simples, traz todos os elementos dos relacionamentos abusivos, se fosse melhor trabalhada daria um ótimo filme sobre essa temática tão necessária para abrir a visão de muitas mulheres que passam por situações parecidas.

Não é um filme ruim como dizem, é fraco, mas é assistível. As atuações são razoáveis, Amber Midthunder passa uma sensação de vulnerabilidade o tempo todo, enquanto Brett Zimmerman vai demonstrando aos poucos os traços de agressividade de seu personagem. Os dois carregam o filme nas costas. "Only Mine" funciona melhor com tem a mente aberta para uma ampla variedade de estilos de narrativa, principalmente para filmes de TV. 

Duração: 87 minutos
Categorias: Drama, Suspense
Classificação: 14 anos
Only Mine (2019)

RASO, INQUIETANTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!