Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951) - Blog Dicas de Filmes por Scheila Scisloski

Pesquise aqui

30/07/2020

Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)

"A Streetcar Named Desire" é um filme de respeito. Clássico de extrema sensibilidade que foi um marco para o cinema e configurou-se na luta decisiva contra a censura.

O roteiro é uma adaptação da peça teatral "Um Bonde Chamado Desejo" de Tennessee Williams. O filme teve direção de Elia Kazan e seu lançamento aconteceu em 1951.

Venceu o Oscar nas categorias de Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Ator Coadjuvante e Melhor Direção de Arte, sendo que destas quatro premiações, três são nas categorias de atuação, algo sem precedentes na história do cinema mundial. Tambémrecebeu nas categorias de Melhor Ator, Melhor Fotografia em Preto-e-Branco, Melhor Figurino, Melhor Diretor, Melhor Trilha Sonora, Melhor Filme, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Som.
Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)
De antemão afirmo: "É necessário adivinhar um monte de coisas que nos dias atuais são evidentes, mas que em 1951 a censura não permitia certas cenas."

A trama acompanha a trajetória de Blanche DuBois (Vivien Leigh), uma mulher madura, bastante atraente e que preza as virtudes, no entanto usa suas qualidades para esconder sua amargura diante da vida e o vício em alcoolismo.
Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)
Após ser afastada do emprego, ela procura ajuda da irmã Stella Kovalski (Kim Hunter) em New Orleans. Porém, o novo ambiente acaba abalando os nervos de Blanche. 

Stella teme a reação do marido Stanley Kovalski (Marlon Brando), por causa da doença e dos modos estranhos de Blanche. Stanley é um homem grosseiro e arrogante que maltrata a esposa.
Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)
O amigo de Stanley se interessa por Blanche, pois Mitch (Karl Malden), ele a considera uma dama que possui uma reputação perfeita. Entretanto, havia algo no passado de Blanche que ninguém sabia e ao interferir na relação amorosa da irmã e do cunhado, Stanley se enfurece e acaba descobrindo quem era a verdadeira Blanche. Ao desmascarar a cunhada, Stanley acaba arruinando a vida de todos que estão a sua volta.
Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)
Com um contexto muito corajoso, "Uma Rua Chamada Pecado" foi vítima da censura da época às vésperas de seu lançamento e teve retirado mais de três minutos de cenas fundamentais para o desfecho da trama, pois ofenderia a sociedade que prezava a moral e os bons costumes. Na versão em DVD, o filme foi remasterizado e foi incluído todas as cenas proibidas na década de 50.
Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)
"Uma Rua Chamada Pecado" é um filme que possui uma gama enorme de qualidades impressionantes. O roteiro bem construído escancara diante dos nossos olhos a luta dos antigos costumes com os novos hábitos (não tão novos assim, porque certamente sempre existiram, mas estavam reprimidos).

Vivien Leigh está perfeita como a aristocrata Blanche, uma mulher emocionalmente instável que prefere viver no mundo das ilusões que encarar a realidade. Suas explosões de loucura trazem a tona os desejos mais secretos, reprimidos por uma sociedade que presava os "bons costumes". 
Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)
Marlon Brando também está divino no papel do  bad boy Stanley, mesmo sentindo asco de homens iguais o personagem, foi impossível não ser seduzida pela sensualidade varonil do ator.
Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)
O filme é todo teatral e os cenários claustrofóbicos deixam o filme ainda mais misterioso e perturbador. Os personagens fortes e bem construídos tornaram o filme em um dos mais marcantes da história. 

"Uma Rua Chamada Pecado" é mais um título curioso traduzido em português, pois a peça original chama-se "Um Bonde Chamado Desejo". Deixando a tradução de lado, só me resta dizer que é um filme perfeito em todos os quesitos. 

Existencial, icônico, poético, genial, uma verdadeira obra-prima. "Uma Rua Chamada Pecado" é um diamante lapidado, riquíssimo em detalhes e minunciosamente trabalhado. Por fim, se ainda não viu, não perca mais tempo, se já assistiu, reveja. É um filme que vale cada segundo assistido.
Filme: Uma Rua Chamada Pecado (1951)

PODEROSO; POÉTICO; INSTIGANTE

Duração: 122 minutos
Categorias: Drama, Clássico
Classificação: 12 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo comentário! Volte Sempre!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.