Filme: O Poderoso Chefão - Parte II (1974) - Dicas de Filmes Pela Scheila

quarta-feira, 6 de maio de 2020

Filme: O Poderoso Chefão - Parte II (1974)

Dois anos depois "O Poderoso Chefão" ter revolucionando os filmes de gângsters e também a história do cinema estreou "The Godfather - Part II". Em 1974, o cineasta Francis Ford Coppola presenteia os apreciadores da sétima arte com mais uma obra-prima que já nasceu clássica.


Essa sequência nunca esteve nos planos do diretor, Coppola realizou a obra inicial como um filme único, afinal, o enredo começa e termina em si mesmo, trazendo à telona um ciclo que começa pelo pai e termina com o filho. Contudo, a Paramount desejou, e conseguiu, não apenas mais um filme, mas uma trilogia que se tornou uma das melhores de todos os tempos.

"The Godfather - Part II" ganhou o Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção de Arte e Melhor Trilha Sonora, também recebeu indicações nas categorias de Melhor Ator, Melhor Ator Coadjvante (2), Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Figurino.

A trama continua contando a saga da família Corleone e mostra duas histórias paralelas. A primeira história mostra a continuação do primeiro filme. Vemos o Michael Corleone (Al Pacino) mais seguro e com maturidade suficiente para manter o controle da sua família.

Neste momento, os Corleones estão tentando expandir o império na costa leste dos Estados Unidos. Já na outra parte, é apresentado paralelamente, a infância e juventude de Vito Andolini, que seria conhecido por Don Vito Corleone (Marlon Brando), no primeiro filme.

Após a máfia local matar toda a sua família, o jovem Vito (Robert De Niro) foge da Sicília, sua cidade natal e vai para a América. Já adulto, Vito faz o possível para manter uma vida digna para a esposa e filhos.

Durante um desentendimento, ele acaba assassinando Black Hand Fanucci (Gastone Moschin) que cobrava dos comerciante uma parte dos lucros. Com a morte de Fanucci, o poder de Vito aumenta consideravelmente. Mas, para ele, a família era o bem mais precioso que possuía.

Voltando ao caçula, Michael planeja instalar negócios em Las Vegas e Havana, porém acaba descobrindo que seu amigo e aliado Hyman Roth (Lee Strasberg) está planejando eliminá-lo. Mais tarde Michael descobre a traição do irmão Frederico Corleone (John Cazale) e fica cada dia mais paranoico.

Tudo fica ainda mais complicado quando Michael percebe que seu casamento com Kay Adams-Corleone (Diane Keaton) se desfez. Michael está se dilacerando, sua irmã o culpa pela morte do marido, seu irmão o trai, sua esposa não o ama mais e seus filhos tem medo do pai. A cada dia ele fica mais poderoso, porém, sozinho.

Seguindo o seu anterior, "O Poderoso Chefão: Parte II" apresenta um visual épico e operístico, com uma fotografia lindíssima e direção de arte impecável, aliás, tudo é perfeito nesta obra que retrata um momento histórico em que o senado americano trava uma verdadeira guerra contra as facções imperiais de poder paralelo.

São poucos filmes que conseguem a proeza de manter as qualidades técnicas, desde o roteiro, passando pelo elenco, fotografia, direção de arte e figurino impecáveis. A trilha sonora também foi escolhida a dedo, o pai do diretor Coppola, Carmine Coppola, acrescentou as suas composições, tendo o cuidado de colocar canções italianas que transformam o filme em uma ópera poética e ao mesmo tempo violenta.

"O Poderoso Chefão: Parte II" recebeu a missão 'quase' impossível: manter a mesma qualidade do antecessor, porém, conseguiu superá-lo. 

Filme: O Poderoso Chefão - Parte II (1974)
No primeiro filme o destaque é para o roteiro extremamente coeso e personagens bem trabalhados, sua sequência o destaque fica para a habilidade do idealizador em contar duas histórias paralelas altamente atraentes.

Mesmo longo, "O Poderoso Chefão: Parte II" faz parte daquela remessa de filmes raros, que nunca cansamos de assistir. 

"Mantenha seus amigos por perto e seus inimigos mais perto ainda."

PODEROSO; ENVOLVENTE; TENSO; GENIAL


Duração: 202 minutos

Categorias: Gângster, Policial, Drama, Clássico
 
Classificação: 14 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!