09/07/2015

Filme: "O Eterno Legado do Amor (2007)"

"Por alguma razão Deus coloca pessoas em nossas vidas. Talvez, elas precisem da gente e de alguma forma nós precisamos delas também."

"Love's Unending Legacy" é o quinto filme da saga "Love Comes Softly" escrita por Janette Oke. O filme foi dirigido por Mark Griffiths e o lançamento aconteceu em 2007, apenas na TV.

Este filme fugiu um pouco das perspectivas geradas pelos seus anteriores, mesmo assim, as mensagens sobre família e valores é bem forte. Saem alguns personagens principais para dar espaço à outros, que crescem dentro da trama.

Nos primeiros minutos da história, Willie (Logan Bartholomew), marido de Missie (Erin Cottrell) acaba perdendo sua vida ao separar uma briga num bar, ele era o xerife do vilarejo.
Missie, então, decide voltar a morar na cidade onde estão seus pais. Seu pai, Clark Davis (Dale Midkiff), consegue alugar uma casa para ela e o filho Mattie LaHaye (Brett Coker) e Missie volta a lecionar para as crianças da região.
Muitas surpresas vão surgindo na vida de Missie, uma delas é a aproximação do charmoso Zach Tyler (Victor Browne), xerife da cidade.
Certo dia, passa uma caravana na igreja local, com órfãos para adoção, que caso a pessoa deseje pode adotar. Missie não tinha o plano de adotar, mas acaba adotando Berlinda (Holliston Coleman).
Belinda tem um irmão Jacob (Braeden Lemasters), que foi adotado por outro casal. Esse casal maltrata o garoto e sua irmã tentará ficar por perto para cuidar dele.
A convivência não será nada fácil, mas Missei fará de tudo para ganhar a confiança de Berlinda e, assim descobrir seus segredos e ajudá-la.
"O Eterno Legado do Amor" é um filme que remete à simplicidade, assim como seus anteriores. A valorização da família, do trabalho digno e dos princípios morais são a essência dessa bela obra. Novamente, a integridade dos personagens me cativou ao ponto de desejar eles vivendo na vida real. Recomendo para todos.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 84 minutos
Gênero: Drama, Romance, Faroeste, Família, Gospel
Classificação: Livre 
Minha Nota: 9,2

Nenhum comentário:

Postar um comentário