Filme: O Sexto Sentido (1999) - Dicas de Filmes Pela Scheila

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Filme: O Sexto Sentido (1999)

"The Sixth Sense" redefiniu o gênero de suspense, apresentando uma boa pitada de sustos, clima assustador e um dos melhores desfechos de todos os tempos. Foi dirigido por M. Night Shyamalan, que também escreveu o roteiro. O filme recebeu indicação ao Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Edição. O lançamento aconteceu em 1999.


A história começa quando o Dr. Malcon Crowe (Bruce Willis) e sua esposa Anna Crowe (Olivia Williams) estão comemorando um prêmio que ele recebeu por sua brilhante pesquisa na área de psicologia infantil. Mas Vicent Grey (Donnie Wahlberg) invade o apartamento do casal, ferindo gravemente o Dr. Malcon, e em seguida comete suicídio.

Alguns meses depois do ocorrido, já recuperado, o Dr. Malcon inicia um tratamento psicológico com um menino de nove anos, Cole Sear (Haley Joel Osment) vê coisas que as outras pessoas não conseguem ver, e sua mãe Lynn Sear (Toni Collette) está desesperada, não sabendo mais a quem recorrer.

Em meio a muitos sustos, vamos acompanhando a relação de amizade que se estabelece entre Cole e o Dr. Malcon. O psicólogo se dedica em tempo integral na tentativa de ajudar o menino, mas teme ser incapaz de conseguir algum resultado devido o fracasso com Vicent. Empenhado em estudar o caso do menino, Malcon não percebe que está se distanciando de sua esposa, ao ponto dela buscar um novo relacionamento.

Uma das cenas mais clássicas do cinema é o momento em que Cole revela seu segredo ao Malcon, acabou virando um ícone do cinema mundial. Cole conta ao doutor que "vê pessoas mortas... andando em volta como pessoas normais". Mesmo cheio de dúvidas, Malcon percebe que o garoto diz a verdade. 

Certa noite, ao chegar em casa, Malcon vê que sua esposa está assistindo novamente o vídeo do casamento deles, e eis que o grande segredo é revelado... e ficamos tão atordoados quanto o próprio Malcon...

"O Sexto Sentido" mistura diversas sensações como medo, pavor, raiva, curiosidade, surpresa e emoção, somos enganados, mas nunca fiquei tão contente ao ser ludibriada e acredito que a maioria do público também pensa da mesma maneira. 

O enredo apresenta uma história capaz de tocar o coração, mas que ao mesmo tempo é sombria. O clima sinistro e as canções que sempre surgem no momento certo, fazem arrepiar cada fio de cabelo. Em alguns momentos a adrenalina é tanta, que o coração dispara [não recomendo para quem sofre de taquicardia] e em certas cenas esquecemos até de respirar por estarmos tão envolvidos na história.

Com um roteiro riquíssimo em detalhes e extremamente inteligente, "O Sexto Sentido" consegue fazer que, ao seu término, voltemos a assistir, para tentar compreender a magnitude dessa história.  Rever esse filme é um dos maiores prazeres, pois vamos remontando o quebra-cabeça, encaixando cada peça em seu devido lugar, cada informação que passou despercebida, para chegar a esse final surpreendente. 

Filme: O Sexto Sentido (1999)
"O Sexto Sentido" não é um filme que deve ser classificado apenas como suspense, ele consegue arrancar risos e lágrimas, seja pelo nervosismo que as cenas causam ou pelo apego aos personagens. Um clássico da atualidade para ver, rever e continuar revendo. 

GENIAL; INQUIETANTE; SURPREENDENTE


Duração: 107 minutos
 
Categorias: Suspense, Mistério, Fantasia, Drama, Clássico
 
Classificação: 12 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!