Filme: Voyagers (2021) - Dicas de Filmes Pela Scheila

sábado, 28 de agosto de 2021

Filme: Voyagers (2021)

"Voyagers" é um filme de ficção científica um tanto interessante sobre um grupo de crianças criado biologicamente. Foi escrito e dirigido por Neil Burger e lançado em 2021.

No ano de 2063, cientistas e astrônomos descobriram um novo exoplaneta parecido com a Terra, cuja colonização a extinção da raça humana. A primeira tripulação da espaçonave interestelar geracional é destinada a conceber crianças durante a jornada de 86 anos, a fim de garantir que seus netos cheguem ao exoplaneta com sucesso.


Para este propósito, 30 crianças concebidas artificialmente são criadas a partir dos genomas de humanos excepcionalmente inteligentes. Eles são proibidos de ter do qualquer contato com o resto da sociedade humana para não colocar a missão em risco. As crianças são criadas por um cientista chamado Richard Alling (Colin Farrell), que está acompanhando a missão com o objetivo de protegê-las dos perigos da viagem e moldá-los em futuros líderes da colônia de exoplanetas.

Passados dez anos, as crianças se tornaram jovens astronautas com tarefas especiais a bordo, sempre supervisionadas pessoalmente por Richard. Essas tarefas são conduzidas de maneira robótica. 

Certo dia, Christopher (Tye Sheridan) acidentalmente descobre que a enigmática bebida azul que todos têm que consumir após as refeições (em vez de água pura) contém uma substância química não identificada. Ele invade o computador em busca de mais informações sobre a bebida e descobre que se trata de neurotoxina, substância utilizada para suprimir suas personalidades e emoções em prol da estabilidade. Christopher deixa de tomar o líquido e e começa a experimentar emoções humanas.

Durante uma conversa de rotina com Richard, Christopher diz a ele que descobriu uma câmara não identificada nas plantas e exige saber seu propósito e o que exatamente está dentro dela. Richard passa a dizer-lhe evasivamente que essa informação é confidencial. 

Zach (Fionn Whitehead), que também deixou de tomar a substância, começa a desenvolver uma atração sexual pela oficial médica-chefe, Sela (Lily-Rose Depp). Ele tenta seduzir a moça, mas é impedido por Richard, isso o deixa frustrado.

Após a misteriosa morte de Richard, o grupo decide que precisa de um novo. Zach se oferece para assumir o cargo. Porém, em uma eleição democrática realizada com voto secreto, Christopher é eleito. A frustração de Zach se transforma em uma fúria incontrolável que colocará em risco a missão e todos os tripulantes da espaçonave.

"Voyagers" tem uma premissa interessante e intrigante, mas foi mal trabalhada. Os cenários são excelentes, juntamente com expressões frias e sem emoções dos personagens. Eles tem consciência que são a primeira geração em uma viagem multigeracional para colonizar outro planeta e carregam a árdua tarefa de evitar a extinção da raça humana. No entanto, o filme desperdiça todas as oportunidades de se tornar uma ótima sci-fi para ser mais um drama familiar lento e enfadonho, principalmente na segunda metade. O enredo até tenta criar um certo suspense, sem sucesso.

"Voyagers" não é um filme ruim, mas também não é bom. A fotografia é muito bonita e os efeitos visuais são bem feitos. O elenco atua bem, todos estão ótimos em seus papéis. No entanto, o enredo previsível, a trilha sonora maçante e o ritmo demasiadamente lento ofusca o brilho dessa história. Há, de certa forma, temas profundos na trama, mas a falta de criatividade e ousadia por parte do idealizador transforma "Voyagers" em mais um filme cansativo e esquecível.

Duração: 108 minutos
Categorias: Ficção Científica, Aventura, Suspense
Classificação: 16 anos
Filme: Voyagers (2021)

PREVISÍVEL; MAÇANTE; RASO


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!