Filme: Marnie, Confissões de uma Ladra (1964) - Dicas de Filmes Pela Scheila

domingo, 7 de março de 2021

Filme: Marnie, Confissões de uma Ladra (1964)

 Lançado em 1964, "Marnie" é um dos filmes menos conhecidos de Alfred Hitchcock. O roteiro escrito por Jay Presson Allen foi baseado no livro homônimo de Winston Graham.


Este filme não é nenhuma obra-prima do gênio do suspense, mas é um bom filme, o roteiro mistura mistério, crime e distúrbios psicológicos, conseguindo assim prender a atenção do espectador durante os 130 minutos.

A trama gira em torno de Marnie Edgar (Tippi Hedren), uma ladra compulsiva que usa sua beleza para conseguir cometer os roubos. Com o nome falso de Marion Holland, rouba cerca de US$ 10 mil da empresa em que trabalha e em seguida foge da cidade para Baltimore, local onde sua mãe reside.

Após alguns dias em Baltimore, Marnie parte rumo a Filadélfia onde pretende praticar novo roubo. Com ajuda de um anúncio publicado no jornal, a ladra bate à porta da Rutland e Co. Lá, ela consegue marcar uma entrevista e acaba admitida com o nome de Mary Taylor.

Ela acaba conquistando Mark Rutland (Sean Connery), proprietário da empresa. Ele convida Marnie para assistir corridas de cavalos e a leva para a mansão da família, apresentando-a ao pai Sr. Rutland (Alan Napier) e Lil Mainwaring (Diane Baker), irmã da primeira mulher de Mark, que ainda reside na casa.

Enquanto trabalha na empresa, Marnie está sempre atenta a tudo que acontece ao seu redor, conseguindo descobrir facilmente o segredo do cofre e, após o expediente, termina por abri-lo e roubar uma boa quantia. Porém, Mark já estava desconfiado e a pega quando a mesma se preparava para fugir da cidade. Depois de dizer muitas mentiras, Marnie enfim confessa toda a verdade.

Mark afirma que ambos vão se casar, a moça reage indignada, mas ele a pressiona ao dizer que ela vai ter que escolher entre ele ou a prisão. Após o casamento, eles vão passar a lua-de-mel em um cruzeiro pelo Pacífico e é durante a viagem que Mark descobre que Marnie sofre de transtornos psicológicos e precisa de ajuda urgente...

"Marnie, Confissões de uma Ladra" é um bom suspense, ora tenso, ora divertido. Há um excesso de romance, mas isso não interfere na qualidade da obra. Contudo, o mistério em torno da cleptomaníaca Marnie é o maior atrativo do filme. Ficamos curiosos para saber qual o verdadeiro motivo que levou a moça a torna-se uma ladra profissional de cofres.

O roteiro vai abrindo lacunas ao longo da projeção que são todas preenchidas no final. Marnie não não é vista como a vilã da história, e isso aumenta a curiosidade do espectador em torno dessa mulher misteriosa e intrigante. 

A trilha sonora assinada por Bernard Herrmann consegue criar momentos repletos de tensão. "Marnie, Confissões de uma Ladra" não é um filme memorável, mesmo assim merece ser apreciado por todos que gostam das obras de Hitchcock.

Filme: Marnie, Confissões de uma Ladra (1964)
INTRIGANTE; AGRIDOCE



Duração: 130 minutos

Categorias: Mistério, Policial, Suspense, Thriller, Drama

Classificação: 12 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!