Filme: Promessas de Guerra (2014) - Dicas de Filmes Pela Scheila

domingo, 10 de maio de 2020

Filme: Promessas de Guerra (2014)

"The Water Diviner" foi lançado em 2014 e marca a estreia de Russell Crowe como diretor de um longa metragem. O filme foi inspirado em uma história real e adaptado do livro de mesmo título do filme, escrito por Andrew Anastasios e Meaghan Wilson-Anastasios, tem como roteiristas o próprio Andrew e seu xará, Andrew Knight.


O filme não me impressionou, mas também não decepcionou. Há irregularidades no roteiro, ainda assim é um filme assistível. A história apresenta alguns fatos baseados em eventos reais ocorridos durante a Campanha de Galípoli, que aconteceu entre 1915-1916 durante a Primeira Guerra Mundial.

A invasão feita pelas forças britânicas, francesas, australianas e neolandezas no estreito de Dardanelos, na Turquia, resultou em cerca de 300 mil mortes, de ambos os lados. Raros são os filmes que retratam esse triste episódio ocorrido há um século atrás.

A trama se passa em 1919, quatro anos após a batalha devastadora Batalha dos Dardanelos, a campanha dos Aliados para derrubar o Império Otomano na Primeira Guerra Mundial.

Durante quatro anos, o fazendeiro australiano Joshua Connor (Russell Crowe) e sua esposa Eliza Connor (Jacqueline McKenzie) sofreram com o luto que tomou conta de suas vidas, o que acaba resultando no suicídio da mulher.

Joshua então decide viajar até o Império Otomano, ocupado pelos ingleses e vivendo período de grande tensão com os gregos, em busca de qualquer notícia à respeito dos três filhos.

Inicialmente impedido de seguir com sua investigação pela burocracia militar, ele acaba recebendo ajuda de Ayshe (Olga Kurylenko), dona de um hotel em Istambul.

Joshua faz amizade com o major Hasan (Yilmaz Erdogan), e empreendem uma viagem pelos antigos cenários da guerra a fim de descobrir a verdade sobre os três soldados desaparecidos. Eles terão que enfrentar pelo caminho, a hostilidade de veteranos dos dois lados do conflito e de um novo invasor em terras turcas: os gregos.

"Promessas de Guerra" é muito bonito visualmente, a fotografia é primorosa e as paisagens do litoral turco são deslumbrantes. A paleta de cores em tons terrosos, como laranja e marrom, são outro grande acerto visual, pois reforçam os sentimentos e a ligação dos personagens com suas origens. No entanto, a previsibilidade do roteiro prejudica consideravelmente a obra, em vez de focar nos fatos históricos da guerra, a trama se torna um melodrama maçante e pesaroso.

Filme: Promessas de Guerra (2014)
Não chega a ser um filme ruim, tem boas atuações e diálogos interessantes. O que realmente estraga a experiência de assistir (pelo menos aconteceu comigo) foi o roteiro romantizar um conflito que matou em torno de 200 mil pessoas. Mas cada um vê um filme diferente, talvez o que não me agradou em "Promessas de Guerra" pode soar de outra maneira ao olhos dos outros. Assista e tire suas conclusões.

"A esperança é uma necessidade de onde eu venho."

MAÇANTE; RASO; PREVISÍVEL

Duração: 111 minutos

Categorias: Drama, Guerra

Classificação: 12 anos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar!