10 de abr de 2018

Dicas de Filmes pela Scheila , 100 Melhores Filmes do Século 21 - Parte 12 , 100 Melhores Filmes do Século 21 ,
Textual description of firstImageUrl

100 Melhores Filmes do Século 21 - Parte 12

Os editores do BBC Culture decidiram pedir a um grupo de críticos que selecionassem os cem melhores filmes do século 21 - até o momento. O principal objetivo foi provar que o "cinema não está morrendo", mas "evoluindo". 

Organizei a lista em 20 postagens com cinco filmes em cada post, ordenada por classificação dos filmes. Prepare a pipoca, a poltrona e aproveite as sugestões.

56º Filme: "A Harmonia Werckmeister (2000)" - Hungria, Itália, Alemanha, França
"Werckmeister harmoniak" foi dirigido por Bela Tarr e Ágnes Hranitzky. Em uma cidade na planície húngara, pacata e calma, o povo, inativo e impaciente, espera pela chegada de um circo que apresentará a carcaça de uma baleia e um príncipe singular. Uma série de acontecimentos esquisitos, como a chegada de estranhos e o frio extremo, perturba a realidade da pequena cidade. Alguns personagens tentarão tirar proveito da situação.


57º Filme: "A Hora Mais Escura (2012)" - Estados Unidos da América
"Zero Dark Thirty" foi dirigido por Kathryn Bigelow. Os ataques terroristas sofridos pelos Estados Unidos em 11 de setembro de 2001 deram início a uma época de medo e paranoia do povo americano em relação ao inimigo, onde todos os esforços foram realizados na busca pelo líder da Al Qaeda, Osama bin Laden. Maya (Jessica Chastain) é uma agente da CIA que está por trás dos principais esforços em capturar Laden, por ter descoberto os interlocutores do líder do grupo terrorista. Com isso ela participa da operação que levou militares americanos a invadir o território paquistanês, com o objetivo de capturar e matar bin Laden.


58º Filme: "Moolaadé (2004)" - Camarões, Marrocos, Senegal, Burkina Faso, França
"Moolaadé" foi dirigido por Ousmane Sembène. Numa aldeia africana, o costume da mutilação genital feminina, uma operação dolorosa, é temida por todas garotas. Seis delas devem passar pelo ritual num determinado dia. O pavor é tanto que duas afogam-se num poço. As outras quatro buscam a proteção de Collé, uma mulher que não permitiu que a filha fosse mutilada, invocando o “moolaadé” (proteção sagrada). Mas vários homens pressionam o marido de Collé para que retire a proteção, nem que para isso ele tenha de chicoteá-la.


59º Filme: "Marcas da Violência (2005)" - Estados Unidos da América
"A History of Violence" foi dirigido por David Cronenberg. Tom Stall leva uma vida tranquila e feliz na pequena cidade de Millbrook, no estado de Indiana, onde mora com sua esposa Edie e seus dois filhos. Um dia esta rotina de calmaria é interrompida quando Tom consegue impedir um assalto em seu restaurante. Percebendo o perigo, Tom se antecipa e consegue salvar seus clientes e amigos e, em legítima defesa, mata dois criminosos. Considerado um herói, Tom tem sua vida inteiramente transformada a partir de então. A mídia passa a segui-lo, o que o obriga a falar com ela regularmente e faz com que ele deseje que sua vida retorne à calmaria anterior. Surge então em sua vida Carl Fogarty, um misterioso homem que acredita que Tom lhe fez mal no passado.


60º Filme: "Síndromes e um Século (2006)" - França, Austrália, Tailândia
"Sang sattawat" foi dirigido por Apichatpong Weerasethakul. A primeira parte se passa numa clínica rural da Tailândia. Depois de atender um velho monge budista, a Doutora Toey entrevista Nohng, um médico que começa a trabalhar com ela. Na sala de odontologia, o Doutor Ple conversa com um jovem monge que queria ser DJ. Eles falam de vidas passadas e do amor. A segunda parte acontece num moderno hospital de Bangcoc. Toey volta a entrevistar Nohng... Nas duas partes, as espelhadas narrativas, no passado e no presente, repetem-se. Rotinas que se manifestam na memória e nas sensações de felicidade, despertadas por coisas aparentemente insignificantes.

Nenhum comentário:

Aproveite Para Conhecer Outras Dicas