14 de abril de 2015

Textual description of firstImageUrl

Filme: "Dente Canino (2009)"

"Uma criança está pronta a deixar a casa quando? - Quando o dente canino do lado direito nasce."

"Kynodontas" é um filme altamente original e bastante interessante que aborda uma temática perturbadora, e desagrada grande parte dos espectadores. É daqueles filmes difíceis de digerir, impactantes e que nos deixa pensativos. Ficamos por minutos, horas ou até mesmo dias pensando o quanto esta história reflete sobre nós. Uma maneira nada convencional, mas bem eficiente de gerar repulsa, indignação e reflexão sobre os limites do que pode ser considerado aceitável na forma de educar os filhos.

Este é o primeiro filme grego que assisto desde que criei o blog (não lembro se assisti outro filme da Grécia), mas conseguiu me capturar para dentro da trama, e apesar de estranho, o roteiro é bem inteligente e ousado. Foi dirigido pelo cineasta grego Yorgos Lathimos e seu lançamento aconteceu em 2009. Recebeu indicação ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro.

Nesta trama vamos acompanhar história de um casal, pai (Christos Stergioglou) e mãe (Michele Valley) que criam seus três filhos, o rapaz (Hristos Passalis), a filha mais velha (Aggeliki Papoulia) e a filha mais nova (Mary Tsoni) sem nenhum contato com o mundo exterior.
A família mora em uma bela casa afastava da cidade e somente o pai pode sair para ir trabalhar, enquanto a mãe e os filhos passam o dia cercados por jardins e altos muros. 
No entanto, as restrições não são apenas físicas. As regras, a maioria delas absurdas, os pais garantem a alienação dos filhos quanto ao mundo exterior. Uma delas diz que um membro da família só poderá deixar a casa quando o dente canino cair e, ainda assim, só deverá sair usando o carro. 
Existe muito cuidado dos pais em afastar os filhos dos aspectos culturais do mundo fora da casa, mesmo rótulos de produtos são retirados e o uso da televisão é restrito apenas para reprodução de vídeos caseiros que retratam cenas do cotidiano da família.
As regras funcionam dentro do planejado até o momento em que, para saciar os desejos sexuais do filho, o pai trás para dentro da casa Christine (Anna Kalaitzidou), uma mulher que foi contratada para tal função. A presença da jovem origina um processo de infiltração de aspetos do mundo exterior para o interior da casa. 
Através de Christine, a filha mais velha vai ter contato com a cultura pop por meio de filmes. Este confronto de realidades dá inicio a uma serie de conflitos físicos e psicológicos que abalarão o pequeno mundo restrito criado pelos pais. 
Através de cenas fortes e impactantes, a trama critica abertamente a uma característica fundamental da nossa sociedade: o controle sobre os indivíduos. E sobre o filme, jamais saberemos o que levou o casal a optar pela educação opressora, embora fique subentendido que tudo começou com a melhor das intenções, e sem grandes barreiras e imposições, até tomar um desvio do qual já não havia mais volta.
"Dente Canino" é um filme que gera desconforto, angustia, em alguns momentos cativa através da inocência de seus personagens, além de fazer com que lamentemos pelo destino de pessoas tão miseráveis e ignorantes. Mas acima de tudo, rende muitas interpretações, é possível ficar matutando dias e ainda assim não conseguir formar uma opinião definitiva. 
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 94 minutos
Categorias: Thriller, Drama
Classificação: 16 anos
Minha Nota: 9,4

3 comentários:

Joaquim Maia disse...

Bom

Laura Chiamulera disse...

oi, gostaria de saber se tem uma análise da capa do filme (o gráfico). obrigada

Scheila de Fátima Scisloski disse...

Oi Laura, não fiz a análise do poster do filme.