Dicas de Filmes pela Scheila: Filme: "O Garoto (1921)"

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Dicas de Filmes pela Scheila , Filme: "O Garoto (1921)" , Charles Chaplin , Clássico , Comédia , Domínio Público , Drama , Família ,
Textual description of firstImageUrl

Filme: "O Garoto (1921)"

Tempo de leitura:
"The Kid" é uma obra-prima de rara beleza, encanta pelo silêncio e mostra que palavras e sons são desnecessários quando se deseja tocar profundamente um coração. Com uma pureza incomum, o filme desperta os mais lindos sentimentos no espectador. É possível sentir os risos, o choro, os gritos e podemos captar as cores dessa obra, mesmo sendo um filme do cinema mudo e em preto&branco.

Observamos os gestos, as expressões, os olhares tristes, cada ator está incrivelmente perfeito no seu papel. Charles Chaplin, como sempre, um gênio, arrancando lágrimas e sorrisos do público. Edna Purviance está esplendorosa, transmite delicadeza e emociona com suas expressões de sofrimento. E o garoto, que menino mais adorável, fiquei completamente encantada por ele, era o Chaplin em miniatura, simplesmente fantástico. O filme foi produzido, dirigido e protagonizado por Charles Chaplin. Seu lançamento aconteceu em 1921.

De acordo com as leis brasileiras, o filme encontra-se em domínio público. Está disponibilizado no meu perfil no VK para quem desejar assistir online ou fazer download. Para assistir clique AQUI.

Com uma premissa bem simples, porém grandiosa, o filme conta a história de uma moça (Edna Purviance) que acabara de ter um filho. Sem saber o paradeiro do pai do seu bebê e sem nenhuma condição financeira para sustentar o recém-nascido, ela opta por abandoná-lo dentro de um carro pertencente a algum ricaço.
No entanto, o carro é roubado e quando os ladrões percebem a existência do recém-nascido, decidem abandoná-lo na rua. Após ser abandonado duas vezes, o bebê é encontrado por Carlitos (Charles Chaplin).
Carlitos tenta encontrar alguém que pudesse ficar com a criança, mas todos se recusam a ajudá-lo. Logo o Vagabundo percebe que ele era o único que poderia cuidar do menino e decide adotá-lo como seu filho.
E ao longo de cinco anos, Carlitos e o Garoto (Jackie Coogan) não se desgrudam e batalham juntos pela sobrevivência. O garotinho vai crescendo e aprendendo os truques necessários para viver no meio da pobreza.
A mãe do Garoto se tornou uma atriz famosa e doa parte do seu dinheiro à caridade, mas o que ela mais deseja é reencontrar aquele recém-nascido que abandonou no passado, e nem imagina que seu menina está por perto.
Enquanto isso, Carlitos e o Garoto tentam ganhar o pão de cada dia, o trabalho do garotinho era quebrar vidraças para que seu pai pudesse consertá-las. Apesar da pobreza que vive, o Garoto é feliz com a vida que leva ao lado do pai adotivo.
Certo dia, o menino adoece e todos descobrem que o Garoto não era filho biológico do Vagabundo. Os agentes do Orfanato aparecem na casa de Carlitos para levar o menino numa das cenas mais emocionantes do cinema.
Carlitos fica arrasado ao ver seu amado filho sendo levado a força para o Orfanato. Nesse meio tempo, mãe do Garoto descobre que seu filho está vivo e muito próximo. O desfecho é emocionante.
"O Garoto" mostra um cinema crú, sem efeitos especiais e enredo mirabolante, por isso é um filme especial, com valor inestimável. O filme surgiu numa época em que o povo sofria com as privações causadas pela Primeira Guerra Mundial e o personagem Carlitos divertia o público que vinha do mundo pós-guerra.
Chaplin conhecia a fórmula mágica para dosar humor e tristeza de maneira homogênea em seus filmes. "O Garoto" é uma comédia que faz rir, mas ao mesmo tempo arranca várias lágrimas, provocando uma verdadeira montanha russa de sentimentos.
"O Garoto" é uma película pequena, mas que possui em seu enrendo uma imensidão de sentimentos puros e singelos. O filme não é apenas uma obra de arte, mas é uma verdadeira lição de vida para todos nós.

Duração: 68 minutos
Categorias: Comédia, Drama, Família, Clássico, Domínio Público
Classificação: Livre
Minha Nota: 10,0

UM POUCO SOBRE MIM

Minha foto
Sou Agrônoma por formação; artesã por profissão, escritora por vocação e blogueira por paixão. O blog Dicas de Filmes pela Scheila nasceu devido a minha paixão por filmes. É mais que um blog, é uma dica de amiga para amigos, ajudando na escolha daquele filme que pode marcar sua vida.