20/08/2017

Filme: "Taxi Driver (1976)"

"Você está falando comigo? Está falando comigo? Se não comigo, com quem está falando, hã? Estamos sozinhos aqui."

"Taxi Driver" é um clássico absoluto do cineasta Martin Scorsese, com roteiro de Paul Schrader. Lançado em 1976, este filme faz parte de um período sombrio de Hollywood que abandonara a leveza dos anos dourados para aderir temas pesados e violentos em suas obras. Ganhador do Palma de Ouro no Festival de Cannes, o filme também recebeu indicações ao Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Ator, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Trilha Sonora.

O filme faz um estudo minucioso da solidão e o quão ela afeta o psicológico das pessoas. O protagonista desta história leva uma vida entediante, solitária, totalmente carente de afetos e, a rotina massante e o desejo ensandecido de encontrar algo que preencha as lacunas em sua vida o transforma em um sociopata.

A trama gira em torno de Travis Bickle (Robert DeNiro), um jovem de 26 anos, veterano da guerra do Vietnã. Ele sofre de insônia e consequentemente arranja um emprego como taxista na cidade de Nova York, oferecendo-se para trabalhar no turno da madrugada.
Seu convívio supérfluo com o contraste social das ruas de Nova York junto com sua solidão o levam a uma vida perturbada, o único passatempo é assistir filmes pornográficos em cinemas obscuros. Em seu táxi ele observa tudo que acontece na cidade e reage com violência contra aquilo que julga ser a escória que contamina o lugar.
Certo dia, seu caminho cruza com com o de Betsy (Cybill Sheperd), uma ativista eleitoral do senador Charles Palantine (Leonard Harris), candidato à presidência. Travis fica obcecado pela garota, que inicialmente fica intrigada com a insistência, porém, aceita sair com ele, mas o encontro não acaba nada bem.
A profissão também coloca em seu caminho a adolescente Iris (Jodie Foster), uma prostituta de apenas 12 anos de idade. Travis passa a arquitetar um plano para salvá-la do submundo, no entanto, a menina não demonstra nenhum interesse na ideia, pelo contrário, afirma que o cafetão Sport (Harvey Keitel) é uma pessoa gentil.
Enquanto os dias passam, a insanidade de Travis só aumenta. Sua vida solitária o direciona para um abismo sem fim, ele não consegue mais identificar o certo e do errado. Travis convive com outras pessoas, mas seu mundo permanece intocado. Enquanto assistimos vamos descobrindo fatos relevantes de sua vida, ele é racista e preconceituoso, algo que só contribui para agravar sua sociopatia. 
"Taxi Driver" é um filme essencial para quem aprecia bons filmes. A direção segura de Scorsese consegue colocar o espectador dentro da trama, o espectador acompanha a evolução da loucura de Travis como se estivesse caminhando ao lado dele, é possível captar todo o barulho que há nesta mente silenciosa. As atuações são dignas de Oscar, Robert DeNiro {bem jovem} e Jodie Foster {que estreava na telona} deram um show de interpretação e mereceram as indicações que receberam. A fotografia escura com tons avermelhados e amarelos é belíssima e combina perfeitamente com a trama.
"Taxi Driver" é uma obra-prima sobre a solidão e suas consequências. O personagem Travis retrata uma sociedade solitária, perturbada e doente. E quanto ao desfecho, acredito que cabe a cada espectador interpretá-lo conforme a vida que está levando.
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 113 minutos
Categorias: Drama, Thriller, Policial, Clássico
Classificação: 18 anos
Minha Nota: 10,0


Nenhum comentário:

Postar um comentário