Faça Suas Pesquisas Por Filmes, Diretores e Artistas

13/07/2017

Filme: "Blue Jay (2016)"

"Não há nada de errado com a minha vida. Eu deveria ser feliz, mas há essa tristeza... e não sei de onde vem."

Produção original da Netflix, "Blue Jay" é um filme lindíssimo e sensível, e em preto&branco. Lançado em 2016, foi dirigido pelo estreante Alexandre Lehmann e escrito por Mark Duplass, que também atua no filme.

A trama gira em torno do casal Amanda (Sarah Paulson) e Jim (Mark Duplass). Após mais de vinte anos sem se verem, por um acaso do destino eles se reencontram em um supermercado da cidade natal. Esse reencontro é ao mesmo tempo embaraçoso e, mágico.
Passado o susto, Jim convida Amanda para tomar um café, e, ao longo de um extenso dia o passado de ambos começa a vir à tona. Esse reencontro não serve apenas para lembrar dos momentos passados juntos, evoca reflexões sobre a vida atual do casal, e suas perspectivas para o futuro. Ela enxerga nele os sonhos juvenis perdidos no passado. Ele vê nela a possibilidade de levar para o futuro algo que nunca teve.
Descobri a existência deste filme totalmente ao acaso, e foi amor à primeira vista. A fotografia em preto&branco é belíssima, feita numa paleta que remete à nostalgia e também melancolia. Aliás, "Blue Jay" é uma é carta aberta sobre arrependimentos e desilusões amorosas, sobre os "e se..." que todos (ou quase todos) os seres humanos guardam dentro de si. Os diálogos cheios de sensibilidade captam nossa atenção, ora emocionam ora causam risos, e o desfecho tão humano, mais realista impossível.
Dolorosamente belo, "Blue Jay" é um filme "agridoce", assim como a vida com dias doces e outros amargos. Assistir essa obra foi uma das melhores surpresas que tive em 2017 em relação à filmes. 
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 80 minutos
Categorias: Drama, Romance, Indie
Classificação: 12 anos
Minha Nota: 9,4

Nenhum comentário:

Postar um comentário