Faça Suas Pesquisas Por Filmes, Diretores e Artistas

29/06/2017

Filme: "Demônio de Neon (2016)"

"Eu não quero ser como eles. Eles querem ser como eu."

"The Neon Demon" se encaixa perfeitamente no termo: "filme estranho com gente esquisita". Lançado em 2016 durante o Festival de Cannes, o filme contou com com a direção de Nicolas Winding Refn, que também assina o roteiro.

Esteticamente é impecável, sem dúvida é uma das fotografias mais belas que já vi, cada plano parece ter saído de uma galeria de arte, o jogo de cores (vermelho/azul) é paixão à primeira vista, porém, faltou aprofundamento dos personagens. É aquela velha história, beleza encanta, mas o conteúdo é fundamental.

A trama gira em torno de Jesse (Elle Fanning), uma adolescente de beleza única, que desembarca em Los Angeles vinda do interior, e rapidamente chama a atenção de pessoas da indústria da moda.
Jesse conhece a maquiadora Ruby (Jena Malone), que apresenta suas amigas modelos Sarah (Abbey Lee) e Gigi (Bella Heathcote). Quando Jesse obtém um contrato com Roberta Hoffman (Christina Hendricks), dona de uma agência de modelos. Ela cresce rapidamente na profissão, atraindo a inveja das outras modelos e elevando seu narcisismo.
Além da fotografia exuberante, "Demônio de Neon" tem uma trilha sonora muito boa, impactante eu diria, mas, ao meu ver, toda a crítica que o enredo pretendia fazer em relação a indústria da moda se perdeu quando o próprio diretor exaltou seu ego ao colocar nos créditos iniciais suas próprias iniciais, achei totalmente desnecessário.
Procuro ao máximo ressaltar os pontos positivos dos filmes que assisto, mas o que vi neste filme é um belíssimo filme de terror que não causa sustos. Até cria algumas situações sombrias, que soam tão vagas quantos seus personagens. Com roteiro fraco e poucos diálogos, "Demônio de Neon" acabou se tornando um filme esteticamente bonito e vazio. 
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 118 minutos
Categorias: Terror, Thriller
Classificação: 16 anos
Minha Nota: 6,8


Nenhum comentário:

Postar um comentário