19/01/2017

Filme: "Sob As Sombras (2016)"

"Não tem nada aqui, você só teve um pesadelo."

Sou admiradora do cinema alternativo, e quando descobri que "Under the Shadow" é o primeiro filme iraniano do gênero de terror, fiquei bastante curiosa. Assisti e concordo com todos os elogios que o filme vem recebendo ao redor do mundo, é um filme muito bom, mesmo com um roteiro bem simples e nada original. Quem é fã do gênero certamente conhece um Djinn (gênio), ou pelo menos já ouviu falar dessas criaturinhas mágicas da mitologia árabe que podem ser extremamente malvadas. 

O filme é uma coprodução ente Irã, Reino Unido Jordânia e Catar. Foi escrito e dirigido pelo iraniano Babak Anvari e foi lançado em 2016 no Festival Sundance de Cinema. Recebeu indicação no BAFTA na categoria de Melhor Filme Britânico.

Como já mencionei, a história é bastante simples. Se passa no último ano da guerra entre Irã e Iraque em 1988, na cidade de Teerã, e acompanha Shideh (Narges Rashidi), uma ex-estudante de Medicina, se encontra diante do diretor de sua antiga faculdade na esperança de que este lhe permita retomar os estudos anos depois de ter sido expulsa por se envolver com movimentos políticos durante a revolução de 1979.
Shideh é informada de que jamais poderá retornar ao curso. Isso acaba gerando uma discussão dela com seu marido Iraj (Bobby Naderi), médico já formado e é convocado para trabalhar na linha de frente da guerra, fora da cidade.
Shideh reluta à deixar seu apartamento, e junto com sua filha Dorsa (Avin Manshadi), começa a perceber que há uma presença estranha em sua casa e que parece estar atrás de Dorsa. A menina passa a ter febre constante e a conversar com seres imaginários (ou nem tão imaginários).
Após a boneca de Dorsa desaparecer misteriosamente, mãe e filha passam a ser assombradas por Djinns. E o risco crescente de um bombardeio vai fazendo com que os outros moradores abandonem o prédio, deixando as duas cada vez mais isoladas.
Quem espera ver um filme de terror cheio de ação certamente irá se decepcionar ao assistir "Sob As Sombras", porque o horror não é o principal foco. A presença dos Djinns rende vários sustos, mas o verdadeiro terror psicológico está na guerra entre Irã e Iraque. Toda vez que a sirene tocava meu coração disparava.  Aqui, a opressão sofrida pelas mulheres na religião e os horrores da guerra são os temas centrais, e isso mantém o clima de tensão durante toda a trama. 
Gostei da maneira como foi retratados os acontecimentos, isso me deixou presa à trama, a fotografia quente é convidativa e o suspense psicológico é da melhor qualidade. Enfim, "Sob As Sombras" é um filme muito bom que recomendo.
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 84 minutos
Categorias: Terror, Suspense
Classificação: 14 anos
Minha Nota: 9,7

2 comentários:

  1. É de mulheres assim como você que precisamos... Multiprocessadas, polivalentes e CHEIAS DE ESPIRITO INOVADOR... Obrigado por fazer a diferença, e nos deixar ANTENADOS...
    Sou apaixonado por filmes... Tenho que me policiar, se não "O ESTUDO VAI PRO BREJO." :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Nei, se meu tempo permitisse, eu assistiria uns três filmes por dia ou mais, mas, vou assistindo e escrevendo conforme arruma brechas! Agradecida pelos elogios! :)

      Excluir