12/01/2017

Filme: "Instinto Secreto (2007)"

"Ah meu Deus, me dê serenidade para aceitar as coisas que eu não posso mudar. Coragem para mudar o que eu posso. E sabedoria pra diferenciar. Aceitando esse mundo corrompido como ele é, e não como eu queria."

Quando li a sinopse de "Mr. Brooks" imaginei que seria um filmaço, daqueles que prendem o espectador na história desde o primeiro minuto. Ao assisti-lo, não consegui ficar presa à história por muito tempo, mesmo sendo um gênero que gosto bastante. Tem filmes que gosto já nos primeiros minutos, outros demoram 10, 20 minutos para chamarem minha atenção, algo que não ocorreu enquanto assistia este filme.

Lançado em 2007, o filme foi escrito por Raynold Gideon e Bruce A. Evans, que também assina a direção.

Conta a história do pacato Earl Brooks (Kevin Costner), empresário premiado e prestigiado na alta sociedade, casado com Emma (Marg Helgenberger) e dono de uma vida feliz e invejada. Só que o Sr. Brooks esconde um terrível segredo: Brooks é o famoso Assassino da Impressão Digital, um serial killer.
Acontece que Brooks é impulsionado pelo seu alter-ego Marshall (William Hurt), o qual considera ser o verdadeiro assassino. Brooks volta à ativa depois de dois anos.
Entretanto, ocorre um deslize neste crime calculado: a janela localizada no quarto onde aconteceu o crime não estava com suas cortinas fechadas. Isso faz com que Brooks seja chantageado no dia seguinte pelo fotógrafo Smith (Dane Cook), que tem imagens do momento.
No entanto, Smith exige do serial killer uma condição específica para guardar segredo, ele deseja presenciar os próximos assassinatos, só que Brooks quer parar de mater. Paralelamente, a milionária detetive Tracy Atwood (Demi Moore) está às voltas com o divórcio no qual terá de pagar um preço bem alto para a separação legal.
A detetive vem estudando os detalhes dos crimes de Brooks para tentar encontrar o assassino. Além disso, outro serial killer conhecido como "Carrasco" (Matt Schulze), que a detetive havia prendido há alguns anos, escapou da cadeia e quer vingança contra ela.
Se não bastasse, Jane Brooks (Danielle Panabaker), filha de Brooks, parece ter herdado os mesmos instintos do pai, já que é a principal suspeita de um crime da universidade que acabou de abandonar.
"Instinto Secreto" não é um filme ruim, longe disso, o roteiro até que é bom, mas achei que houve um excesso de linhas narrativas. Parece dois filmes dentro de um. No primeiro temos um ótimo drama psicológico e no segundo vemos uma trama policial bem medíocre. 
"Instinto Secreto" poderia ter sido um filme espetacular, tinha um grande potencial para isso, infelizmente acabou sendo mais um filme mediano do gênero. Mas essa é a minha opinião, não quero influenciar ninguém. Assista e tire suas próprias conclusões.
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 12 minutos
Categorias: Thriller, Suspense, Policial, Drama
Classificação: 18 anos
Minha Nota: 7,8

Nenhum comentário:

Postar um comentário