14/11/2016

Filme: "O Jardim Secreto (1993)"

"Se você olhar bem, verá que o mundo todo é um jardim!"

É com imenso prazer que escrevo sobre "The Secret Garden", um filme fabuloso da diretora polonesa Agnieszka Holland. Lançado em 1993, foi escrito por Caroline Thompson baseado na obra de Frances Hodgson Burnett, publicada em 1911.

Algumas semanas atrás decidi rever todos os filmes que marcaram minha infância e adolescência, e claro que este filme está na lista. É leve, singelo e puramente nostálgico, uma verdadeira fábula que faz bem assistir.

A trama gira em torno da pequena Mary Lennox (Kate Marbely), uma garota de dez anos que tem uma vida inquieta, apesar de ser cercada de conforto. Embora tenha nascido na Índia, sua descendência é inglesa. Seu pai é militar a serviço do Império Britânico e que, quando não está trabalhando, dedica atenção total a mãe da menina, uma mulher bela e jovem, que só pensa nas festas glamourosas.
O casal parece ter se esquecido da menina no instante em que está nasceu, pois todo o cuidado para com ela é desempenhado por suas babás, mais conhecidas como Ayas. Tudo piora quando seus pais morrem em um terrível terremoto, que devasta toda a cidade. 
Sozinha, ela desembarca no porto da Inglaterra. A governanta da casa de seu tio, a severa Mrs. Medlock (Maggie Smith) aparece para levá-la. O tio da menina, o Lorde Archibald Craven (John Lynch), mora em uma propriedade rural gigantesca, com uma mansão imponente que parece congelada em um passado trágico. Mary estranha o lugar da mesma forma que estranhava a Índia.
Em suas andanças pelos corredores da enorme casa, Mary entra sem querer no quarto de seu primo, um menino que todos acreditam estar à beira da morte desde que nasceu, mas que já está com dez anos de idade. O nome do menino é Colin (Heydon Prowse), e sua mãe foi irmã gêmea da falecida mãe de Mary.
O garoto é mantido trancado no próprio quarto, tão protegido e considerado tão doente que nem andar aprendeu. Mrs. Medlock cuida dele de maneira exagerada. Seu pai sempre recusou vê-lo, pois Colin é o último elo que ele possui com a falecida esposa,. Quando se sente oprimido pelo vazio da casa, o homem parte em viagem, demorando meses para retornar.
Não há muito a se fazer na mansão, Mary então vai explorar a propriedade e descobre um jardim escondido entre os muros que cercam as terras de seu tio. O jardim está abandonado há muitos anos, com todas suas plantas secas e suas folhagens emaranhadas, mas Mary enxerga ali a oportunidade de ressuscitá-lo. A garota afinal encontra algo que precisa dos seus cuidados.
Junto com Dickon (Andrew Knott), filho de um dos empregados da mansão, Mary reestruturará não somente o jardim, mas a vida de todos que moram na casa de seu tio.
Porém, a mudança mais radical, se opera dentro dela, que ao viver naquele paraíso e auxiliar na recuperação física do primo, irá se desvencilhar da amargura que trazia dentro de si.
"O Jardim Secreto" é um filme muito especial, daqueles que jamais se esquece. A conexão da pequena Mary com a natureza é tão bonito de ver, e sentir. Outra coisa que sempre chamou bastante a minha atenção nesta trama é a superação de todos os personagens: Mary sentia-se rejeitada pelos pais, Colin sentia-se doente devido a falta do amor de seu pai, Lorde Archibald havia se trancado dentro dos seus sentimentos desde o falecimento de sua esposa... E a magia do jardim renascido promoveu um verdadeiro milagre na vida dessas pessoas.
É um filme que transborda pureza e  bons sentimentos, acredito ser impossível não gostar dessa obra fascinante. Pretendo brevemente ler o livro, pois ainda não li.
Este filme faz parte do meu imaginário infantil de encontrar um lugar secreto, escondido atrás das árvores, coisas de criança que foi criada na roça. Mas enfim, "O Jardim Secreto" é um filme perfeito que merece ser apreciado sempre que possível.
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 101 minutos
Categorias: Fantasia, Família, Drama
Classificação: Livre
Minha Nota: 10,0


3 comentários:

  1. Scheila de Fátima, eu sou catedrático em filmes, em minha casa tenho 60 filmes em Blue Ray, e todos selecionados, sou assinante da NeteFlix e assisti ao filme jardim secreto porque o tema cantado pela Linda Rodstar me deixou com fortes emoções, e todos aqui onde moro me conhece pela fama de durão com video mais o Jardim Secreto me chamou atenção Parabéns pelo seu trabalho, estou a disposição. pedroparana @uol.com.br. abraços.


    ResponderExcluir
  2. "Se olharmos na direção certa, veremos que o mundo inteiro é um jardim". Esta frase da Mary Lennox foi marcante mesmo, ainda mais na voz de Adriana Torres,

    ResponderExcluir
  3. Já perdi as contas de quantas vezes vi esse filme, ele é maravilhoso e sempre que vejo sinto a mesma emoção de quando vi pela primeira vez.

    ResponderExcluir