16/09/2016

Filme: "Sangue Negro (2007)"

"Sou competitivo por natureza. Não quero que ninguém tenha sucesso. Odeio a maioria das pessoas. Às vezes, olho pras pessoas e não vejo nada de agradável nelas."

Neste épico grandioso do cineasta Paul Thomas Anderson, conhecemos um homem que tem tudo que o dinheiro pode comprar e ao mesmo tempo não tem nada daquilo que é essencial na vida.

"There Will Be Blood" estreou em 2007 e já faz parte dos clássicos modernos, na realidade, este filme já nasceu clássico. É uma obra estupenda, arrebatadora, que cativa e assusta ao mesmo tempo. O roteiro foi escrito pelo próprio Paul Thomas Anderson e livremente inspirado no romance "Oil!", escrito em 1927 por Upton Sinclair, que retrata a acensão e queda de um homem.

Ganhou vários prêmios importantes do cinema, incluindo duas estatuetas do Oscar 2008 nas categorias de  Melhor Ator e Melhor Fotografia. Também recebeu indicações nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção de Arte, Melhor Edição e Melhor Edição de Som.
A trama começa em 1898, Novo México. Daniel Plainview (Daniel Day-Lewis) está em sua modesta mina de prata lutando com uma picareta para tirar algo mais valioso do que algumas faíscas da pedra. Ele sofre um acidente durante a perfuração e com muito esforço consegue sobreviver.
Anos depois, já em 1902, mostra Plainview trabalhando com alguns empregados na perfuração de um outro poço. O espectador percebe que ele alcançou um relativo sucesso profissional nos anos que se passaram. Um novo acidente acontece e um homem acaba morrendo, Plainview então assume a guarda de um bebê, filho do seu empregado falecido.
Há mais uma passagem do tempo, agora estamos em 1911, Plainview tem uma grande companhia de perfuração e seu poder já está consolidado, mas sua ganância não tem limites. Este homem ambicioso passa a usar o filho H. W. (Dillon Freasier), para facilitar suas transações negociais, a presença do garoto nos momentos em que ele fecha seus contratos reforça a imagem de 'empresa familiar', que ele usa para dar credibilidade à sua companhia.
Após uma negociação com Paul Sunday (Paul Dano), Plainview parte junto com H. W. em uma expedição para conhecer a região onde a propriedade estava localizada, chegando lá ele se passa por um caçador de codornas e assim, ganhar a confiança da família do rapaz e poder adquirir as terras por um preço bem abaixo do mercado.
Mais uma vez a presença do menino dá credibilidade ao discurso que ele faz, o patriarca da família Sunday acada caindo fácil em sua lábia. No entanto, Eli Sunday, irmão gêmeo de Paul, não é tão ingênuo quanto o restante de sua casa, ele intervém na negociação que o pai estava fazendo e consegue fechar a venda por um valor bem mais alto do que aquele que fora inicialmente proposto.
Ao comprovar a existência de petróleo, Plainview decide comprar também as propriedades da vizinhança, é então que seus interesses começam a entrar em conflito com os de Eli Sunday. O jovem é um respeitado líder religioso, através de seus sermões ele exerce uma grande influência sobre a população local.
Enquanto Plainview é obcecado pelo poder que tem devido ao petróleo, o jovem Eli é obcecado pelo poder que a religião lhe oferece. E o que veremos a partir de então é um verdadeiro embate para ver quem é capaz de exercer maior influência sobre as pessoas. É inevitável a rivalidade entre os dois.
"Sangue Negro" é um filme grandioso, poderoso e sublime. Vai crescendo e surgindo novas interpretações toda vez que revisamos. Muito se comentou que esse épico sobre o magnata do petróleo se assemelha com o clássico de Orson Welles, "Cidadão Kane", que retrata com perfeição a saga do magnata da imprensa. As histórias tem suas semelhanças, porém, são filmes diferentes feitos em épocas diferentes.
A complexidade do seu roteiro evoca inúmeras reflexões no decorrer da trama. Mas o filme vai além disso, as atuações são magistrais, Daniel Day-Lewis está perfeito, ele fez uma das mais belas e convincente interpretações que já assisti. Paul Dano também está incrível na pele dos irmãos gêmeos. "Sangue Negro" é dos dois atores, disso não tenho dúvida. A trilha sonora foi escolhida a dedo e a fotografia é um espetáculo à parte. Os enquadramentos são perfeitos. E não esquecendo a direção competente de Paul Thomas Anderson, um dos melhores cineastas do nosso tempo.
Enfim, "Sangue Negro" é um épico espetacular sobre ganância, luta pelo poder e manipulação das pessoas. Mergulhamos profundamente no íntimo dos personagens e vamos descobrindo seus "podres". Vemos aqui um jogo de Egos, os personagens centrais são peças de um tabuleiro de xadrez, distribuídas estrategicamente, de um lado está a fé, e do outro o dinheiro.

Está aí um filme obrigatório a todos os apreciadores da sétima arte que tenho prazer em recomendar.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 158 minutos
Categorias: Drama
Classificação: 14 anos
Minha Nota: 10,0

4 comentários:

  1. Obrigada Scheila de Fátima pela dica. Que bom que ACHEI VOCÊ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hiroko! Eu que agradeço a visita e o carinho! Fico feliz que esteja gostando e aproveitando as dicas! :)

      Excluir
  2. Verdade esse filme é muito bom, recomendo. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por nada Eronilda! Esse filme é daqueles para rever várias vezes! :)

      Excluir