11/09/2016

100 Melhores Filmes do Século 21 - Parte 2

Os editores do BBC Culture decidiram pedir a um grupo de críticos que selecionassem os cem melhores filmes do século 21 - até o momento. O principal objetivo foi provar que o "cinema não está morrendo", mas "evoluindo". 

Organizei a lista em 20 postagens com cinco filmes em cada post, ordenada por classificação dos filmes. Prepare a pipoca, a poltrona e aproveite as sugestões.

6º Filme: "Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças (2004)" - Estados Unidos da América

"Eu poderia morrer agora, estou tão feliz. Nunca senti isso antes. Estou exatamente onde queria estar."
"Eternal Sushine of The Spotless Mind" foi dirigido por Michel Gondry. Nesta trama sensacional vamos acompanhando a história de amor entre Joel e Clementine que por durante vários anos lutaram para que o relacionamento desse certo. Porém, as diferenças entre eles fala mais alto, e desiludida, Clementine decide se submeter a um tratamento experimental para apagar completamente da sua memória qualquer resquício do envolvimento com Joel. Quando o rapaz descobre a atitude da amada, entra em profunda depressão. Confira mais detalhes do filme em Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças.


7º Filme: "A Árvore da Vida (2011)" - Estados Unidos da América

"Existem duas maneiras de se viver. A maneira da Natureza e a maneira da Graça. Nós temos que escolher qual seguir."
"The Tree of Life" foi dirigido por Terrence Malick. Essa obra complexa mostra a relação entre pai e filho de uma família americana da década de 50. O filme expande a ótica dessa bela e complicada relação, ao longo dos séculos, desde o Big Bang até o final dos tempos. Fazemos uma fabulosa viagem pela história da vida e seus mistérios, na busca do amor e perdão, na busca da nossa própria existência. Confira mais detalhes do filme em A Árvore da Vida.


8º Filme: "As Coisas Simples da Vida (2000)" - Taiwan, Japão


"Por que temos medo da primeira vez? Todo dia na vida é uma primeira vez. Toda manhã é nova. Nunca vivemos o mesmo dia duas vezes."
"Yi Yi" foi dirigido por Edward Yang. NJ Jian mora com a esposa, os dois filhos e a sogra já idosa. Sua vida de classe média parece estável, mas alguns problemas comuns irão iniciar uma crise. Sua sogra sofre um derrame e entra em coma, abalando sua esposa emocionalmente. A firma na qual é sócio corre risco de ir à falência, e ele é obrigado a ir ao Japão negociar com uma grande empresa. Ele reencontra Sherry, seu primeiro amor de infância. Seus filhos têm dificuldades na escola, sendo que um deles enfrenta os problemas comuns da adolescência.

9º Filme: "A Separação (2011)" - Irã

"Então porque quer o divórcio?"
"Jodaeiye Nader az Simin" foi dirigido por Asghar Farhadi. Nader e Simin divergem sobre a possibilidade de deixar o Irã. Simin quer deixar o país para dar melhores oportunidades a sua filha, Termeh. Nader, no entanto, quer continuar no Irã para cuidar de seu pai, que sofre do Mal de Alzheimer. Chegam a conclusão de que devem se separar, mesmo ainda estando apaixonados. Sem uma esposa para cuidar da casa, Nader contrata uma empregada para ser responsável pelos afazeres domésticos e por tratar da rotina de seu pai. A empregada, que está grávida, aceita o trabalho sem avisar o seu marido. Confira mais detalhes do filme em A Separação.


10º Filme: "Onde os Fracos Não Têm Vez (2007)" - Estados Unidos da América

"... e aí eu acordei!"
"No Country for Old Men" foi dirigido pelos irmãos Joel e Ethan Coen. Texas, década de 80. Um traficante de drogas é encontrado no deserto por um caçador pouco esperto, Llewelyn Moss, que pega uma valise cheia de dinheiro mesmo sabendo que em breve alguém irá procurá-lo devido a isso. Logo Anton Chigurh, um assassino psicótico sem senso de humor e piedade, é enviado em seu encalço. Porém para alcançar Moss ele precisará passar pelo xerife local, Ed Tom Bell. Confira mais detalhes do filme em Onde os Fracos Não Têm Vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo Correspondente