16/04/2016

Filme: "Gangues de Nova York (2002)"

"Se você não é forte, é melhor ser esperto."

Quando resolvi assistir "Gangs of New York" (título traduzido na íntegra para o português brasileiro), já conhecia um pouco do enredo (antes de ver os filmes procure ler alguns spoilers para ficar por dentro da história e conseguir captar todos os detalhes da obra), só não imaginava ser rendida e sugada para dentro da trama com tanta intensidade. Este filme do cineasta Martin Scorsese, com roteiro de Jay Cocks, Steven Zaillian e Kenneth Lonergan, é uma grande aula de história. Foi baseado no livro "As Gangues de Nova York - Uma História Informal do Submundo de Nova York", que o jornalista Herber Asbury (1890-1973) publicou em 1928.

Lançado em 2002, o filme recebeu 10 indicações ao Oscar 2003, infelizmente não faturou nenhuma estatueta (algo muito injusto devido a grandeza da obra). As categorias foram: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Roteiro Original, Melhor Edição, Melhor Direção de Arte, Melhor Fotografia, Melhor Figurino, Melhor Mixagem de Som e Melhor Canção Original.

A história concentra-se entre 1830 e 1863, tempo de duras batalhas territoriais na Baixa Manhattan. É importantíssimo observar cada detalhe da sequência inicial, pois todo o entendimento da trama está concentrado nas cenas iniciais.
Duas gangues rivais, os Nativistas (americanos) e os Coelhos Mortos (irlandeses), liderados respectivamente por Bill (Daniel Day-Lewis), o Açougueiro, e por Vallon (Liam Neeson), o Pastor, entram em combate disputando o controle de "Cinco Pontas" (Five Points).
Os integrantes das duas gangues mergulham num conflito sanguinário que resulta na morte do Pastor, deixando seu filho órfão. Passados 16 anos, Amsterdam Vallon (Leonardo DiCaprio) volta para Nova York querendo vingar a morte do seu pai.
Em meio a conflitos internos, Amsterdan passa seus dias tentando conquistar a confiança de Bill e assim encontrar o momento certo para matá-lo. 
No entanto, sua paixão pela jovem Jenny Everdeane (Cameron Diaz) resultará na descoberta do seu disfarce, e consequentemente colocará sua vida em risco.
"Gangues de Nova York" é um filme violento, mas não exibe a violência gratuita da atualidade, e sim uma disputa engajada ideologicamente. Mesmo sendo brutal, é interessante que todos os espectadores assistam, mas, com a mente aberta, pois se trata de uma obra sobre mentiras, manipulações, traições, sujeira, e acima de tudo, vingança. Não existem heróis ou santos, todos são bandidos e mocinhos ao mesmo tempo.
A cena inicial, acompanhada de uma trilha sonora tribal que cria o clima perfeito para o inevitável combate, é majestosa. Porém, o desfecho é grandioso. Que final incrível, é brutal, mas não deixa de ser magnifico. Algumas pessoas reclamam da duração, afinal, são 166 minutos de filme, mesmo assim não achei cansativo, talvez porque adentrei intensamente dentro desta trama. Existem alguns pequenos erros, mas nada que tire a grandiosidade desta obra inesquecível de Scorsese.

Mais detalhes do filme na página do

Duração: 166 minutos
Gênero: Drama, Policial, Histórico
Classificação: 18 anos
Minha Nota: 10,0