23/02/2016

Filme: "Steve Jobs (2015)"

"É mais ou menos assim, cinco minutos antes de um lançamento todo mundo vai para um bar, fica bêbado e me diz o que realmente pensa."

"Steve Jobs" é um filme interessante que conta vida de Steve Jobs a partir de três momentos, em três grandes cenas que ocupam todo o filme: lançamento do Macintosh em 1984, lançamento do NextCube em 1990 e do iMac em 1998.

Foi dirigido por Danny Boyle, produzido por Scott Rudin, e escrito por Aaron Sorkin, sendo adaptado da biografia homônima de Walter Isaacson. O lançamento aconteceu em 2015 e recebeu indicações ao Oscar nas categorias de Melhor Ator e Melhor Atriz Coadjuvante. Além de receber indicações a vários prêmios importantes do cinema.

A história se passa nos bastidores destes grandes eventos e, assim tentamos entender quem é o homem que parece ter transformado todo o mundo.
Como já mencionei acima, a vida do fundador da Apple (Michael Fassbender) é narrada em três pontos cronológicos fixos: apresentações de novos produtos de suas empresas. Os eventos anteriores a 1984 estão no enredo também, com alguns flashbacks.
Apesar da liberdade narrativa na estrutura, o conteúdo é fiel à realidade, principalmente ao retratar a personalidade excêntrica e difícil do protagonista. O tratamento frio que dispensa à ex-mulher (Katherine Waterston), a construção gradativa do afeto por sua filha mais velha, Lisa (Makenzie Moss/Ripley Sobo/Perla Haney-Jardine) - pra quem não sabe, Perla é brasileira.
Também acompanhamos as rixas com o sócio Steve Wozniak (Seth Rogen) e com o parceiro Andy Hertzfeld (Michael Stuhlbarg), a aliança com Joanna Hoffman (Kate Winslet), e a montanha-russa de acertos com o executivo John Sculley (Jeff Daniels). Tudo isso se passa nos 122 minutos da trama.
Os detalhes dos computadores são obrigatoriamente discutidos, mas servem de pano de fundo para o verdadeiro tema que o filme explora: a psicologia por trás das decisões e dos feitos de Jobs. A sua adoção é um caso tão discutido no decorrer do filme quanto a paternidade de Lisa.
O filme não é uma adaptação completa da biografia, mas sim, uma abordagem mais ampla que tenta mostrar outras facetas de Jobs, que apesar de toda a sua genialidade, Jobs era um ser humano com qualidades e defeitos e o filme veio para mostrar isso. "Steve Jobs" desconstrói o mito da perfeição do gênio da Apple.
"Steve Jobs" é fiel em vários aspectos ao que conhecemos como verdade (que lemos na biografia e artigos sobre o gênio), mas o filme vai além, e mostra que Jobs era genial, mas talvez não fosse tão legal. Enfim, é uma obra completa que agrada os fãs e não fãs do criador dos "Is" iMac, iPod, iPhone e também do iPad.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 122 minutos
Gênero: Biografia, Drama
Classificação: 10 anos
Minha Nota: 9,0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo Correspondente