Faça Suas Pesquisas Por Filmes, Diretores e Artistas

28/12/2015

Primeira Sessão Pública de Cinema - 1895

Auguste Lumière (esquerda) e Louis Lumière (direita)
Os irmãos Lumière realizaram a primeira projecção cinematográfica em Paris, no Salão Indiano do Grand Café do boulevard des Capucines, no dia 28 de Dezembro de 1895. O sucesso na estreia foi contido. No primeiro dia não havia mais de 20 espectadores para assistir ao "A Saída da Fábrica Lumière em Lyon" ou "O Regador Regado". Entretanto, em poucos dias as filas tornaram-se quilométricas para assistir a uma das vinte sessões diárias, de meia hora cada. 

O ingresso custava um franco, o programa previa dez filmes de três a quatro minutos de duração. Os organizadores da apresentação eram os irmãos Auguste e Louis Jean Lumière, filhos do famoso fotógrafo Antoine Lumière, de Lyon.

A tecnologia cinematográfica tem as suas raízes no começo dos anos 1830, quando Joseph Plateau da Bélgica e Simon Stampfer da Áustria desenvolveram simultaneamente um aparelho chamado Fenacistoscópio, que incorporava um disco cilíndrico giratório com ranhuras através das quais uma série de desenhos poderiam ser vistos criando o efeito de uma imagem simples movendo-se. Ao Fenacistoscópio, considerado o precursor dos modernos projectores cinematográficos, seguiram-se décadas de avanços. 

Em 1890, Thomas Edison e o seu assistente William Dickson desenvolveram a primeira câmara cinematográfica, à qual deram o nome de cinetógrafo. No ano seguinte, Edison inventou o cinetoscópio, uma máquina dotada de um orifício para observação que permitia a uma pessoa ver uma tira de filme movendo-se após passar por um feixe de luz. 

Em 1894, Antoine Lumière, o pai de Auguste (1862-1954) e Louis (1864-1948), assistiu a uma demonstração do cinetoscópio de Thomas Edison. Ele ficou impressionado e, segundo se informa, contou aos seus filhos, que eram donos de uma fábrica bem-sucedida de chapas fotográficas em Lyon, França, as suas impressões. Os irmãos acharam que podiam fabricar algo melhor. O Cinematógrafo, patenteado em 1895, era uma combinação de câmara de cinema e projector que podia projectar imagens em movimento sobre uma tela grande e serem vistas por um público amplo. O Cinematógrafo era também menor, de luz mais intensa e usava menor quantidade de filme que o aparelho de Edison. 

Os Lumière abriram as salas de espetáculos, às quais deram o nome de cinema, em 1896 a fim de mostrar o seu trabalho além de enviar equipas pelo mundo fora para filmar cenas e buscar novos materiais. A indústria do cinema rapidamente alçou voo. O The New York Times publicou em 1909 sua primeira coluna dedicada ao cinema, o filme “Pippa Passe” de D.W. Griffith. Em 1911, foi inaugurado o primeiro estúdio cinematográfico em Hollywood e em 1914, Charlie Chaplin fez sua estreia no cinema.

Fonte: Opera Mundi

1° Filme: "A Saída dos Operários da Fábrica Lumière" - Irmãos Lumière, 1895



2° Filme: "O Regador Aguado" Irmãos Lumiere, 1895

Nenhum comentário:

Postar um comentário