18/09/2015

Filme: "Um Homem Com uma Câmera (1929)"

"Este filme apresenta uma experiência na comunicação cinematográfica dos acontecimentos reais. Sem a ajuda de legendas intercalares, sem a ajuda de um cenário, sem a ajuda de um teatro. Este trabalho experimental tem o objetivo de criar uma linguagem de cinema absoluta e verdadeiramente internacional, baseada no seu total afastamento da linguagem do teatro e da literatura."

A frase citada acima foi extraída do começo do filme. À primeira vista pode parecer pretensiosa, mas não é e, grande parte dos objetivos foram atingidos. "Chelovek s kino-apparatom" é um filme-documentário soviético, dirigido por Dziga Vertov e lançado em 1929. Foi filmado em Moscou, Kiev, Yalta e Odessa, e retrata ao longo de 68 minutos, o cotidiano dos moradores russos em um dia normal.
O homem (Mikhail Kaufman) sai às ruas carregando sua enorme câmera a manivela e registrando o que vê. A cidade acorda aos poucos, as pessoas saem de suas casas, os trabalhadores vão para seus empregos. Tudo é filmado e registrado pela lente do cinegrafista.
Vamos nos tornando espectadores da vida russa e de todas as suas classes. Vemos desde mendigos adormecidos nos bancos da cidade até mulheres ricas passeando descompromissadas em seus carros. Nada escapa do homem com a câmera nas mãos.
Neste filme, o objetivo do homem com a câmera é capturar as mais diversas maneiras de viver a vida, adentramos em um cartório, onde as pessoas registram suas certidões de casamento e divórcio. Saindo dali, seguimos uma ambulância, que vai carregando a fragilidade humana até a sua morte. 
No hospital acompanhamos um parto e, em seguida sermos confrontados com a imagem de um cortejo fúnebre atravessando as ruas. A vida passando diante de nossos olhos como se durasse apenas um momento. Que não deixa de ser uma verdade.
Momentos de diversão também são capturados pelo homem com a câmera. Ele vai à praia, registra as pessoas conversando e se divertindo durante uma tarde ensolarada. 
O dia vai chegando ao fim e um olho aparece na lente da câmera. O olho se torna um espelho da obra, movendo-se ligeiramente em busca de mais imagens. E chega a hora de finalizar as filmagens.
"Um Homem Com uma Câmera" foi lançado como filme mudo e em 2012 foi eleito pela revista cinematográfica britânica Sight & Sound como o 8º melhor filme de todos os tempos.
Neste filme não há uma história, mas temos personagens: o homem e sua câmera que tudo registra; e as pessoas retratadas em seu cotidiano, em seu ciclo de vida, em sua natureza. "Um Homem Com uma Câmera" é um grande marco do cinema, tanto para sua época, quanto para os dias atuais. Obra genial, única, onde vemos o cinema na sua forma mais pura.
O filme faz parte do domínio público, podendo ser encontrado uma cópia disponível online no meu perfil no VK.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 68 minutos
Gênero: Documentário, Domínio Público
Classificação: Livre
Minha Nota: 9,3

Um comentário:

  1. sensacional seu perfil no vk, nem conhecia aquela rede social.

    ResponderExcluir