Faça Suas Pesquisas Por Filmes, Diretores e Artistas

10/09/2015

Filme: ''Soberba (1942)"

"Finalmente percebi o que é ser um Amberson."

"The Magnificent Ambersons" é um clássico magnífico, escrito, dirigido, produzido e narrado pelo grande Orson Welles, mesmo diretor de "Cidadão Kane", "O Estranho", "O 3º Homem", "A Marca da Maldade", entre outros clássicos. Atualmente, este filme está em praticamente todas as listas dos melhores de todos os tempos, mas na época de lançamento, 1942, foi bastante criticado pelo público, recebendo muitas vaias e ofensas ao elenco. Diante deste fato, o presidente da RKO Pictures ordenou um corte de cenas. Isso foi feito à revelia do diretor Orson Welles, que, àquela altura, estava no Brasil trabalhando em outro projeto. De 148 minutos, passou a ter apenas 88 minutos e o desfecho também foi modificado.

De acordo com as leis brasileiras, o filme encontra-se em domínio público. Está disponibilizado no meu perfil no VK para quem desejar assistir online ou fazer download.

Baseado no romance de Booth Tarkington, o filme rendeu indicações ao Oscar 1943 nas categorias de Melhor Filme, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Fotografia em Preto e Branco e Melhor Direção de Arte - Decoração de Interiores (essa última indicação eu desconhecia).
A trama se passa em 1873 na cidade de Indianápolis, os Ambersons, considerada a mais rica família da região, dominam a vida social. Isabel Amberson (Dolores Costello), filha da família, é alvo de fofocas devido o rompimento de seu relacionamento com Eugene Morgan (Joseph Cotten), por ele tê-la envergonhado ao se embriagar a ponto de levar um tombo durante uma serenata.
Embora apaixonada por Eugene, Isabel casa-se com Wilbur Minafer (Don Dillaway), com quem tem um filho, George Amberson Minafer (Tim Holt). Todo o amor que sentia por Eugene, ela o direciona para o filho e, como consequência, este se transforma numa criança mimada e insuportável.
Anos mais tarde, George volta para passar as férias escolares, oportunidade em que sua família promove um grande baile em sua honra. Eugene, agora viúvo, retorna depois de uma longa ausência e comparece ao baile com sua filha, Lucy (Anne Baxter). George, encantado com a jovem, a convida para uma dança, sem imaginar que seus pais estiveram romanticamente envolvidos no passado.
Wilbur, que se tornou deprimido por uma série de maus investimentos, acaba falecendo. Indiferente à morte do pai, George retorna da Faculdade e continua a zombar de Fanny (Agnes Moorehead) sobre o interesse dela em Eugene.
George propõe casamento à Lucy, mas quando ela o rejeita por causa de sua falta de ambição, ele acusa Eugene pelas opiniões da filha. Quando Lucy deixa a cidade para visitar umas amigas, os Ambersons convidam Eugene para um jantar.
No dia seguinte, quando Eugene procura Isabel para um passeio combinado, George se recusa a deixá-lo ver sua mãe e bate a porta na cara dele. Chocado com o comportamento do sobrinho, Jack (Ray Collins), irmão de Isabel, a convida para uma conversa privada a fim de discutir a conduta de George.
Quando Lucy retorna à cidade, George a informa que ele e sua mãe estão saindo em uma viagem ao redor do mundo, havendo a possibilidade dos dois nunca mais voltarem a se ver. 
Passado algum tempo, Jack volta para casa depois de visitar a irmã e o sobrinho em Paris. Ele confidencia a Eugene que, embora Isabel esteja gravemente doente em cima de uma cadeira de rodas, o filho não permite que ela saia da Europa.
Isabel piora a cada dia que passa e, seu maior desejo é ver Eugene, este vai visitá-la, porém, é rejeitado pela família sob a alegação de que Isabel está proibida de receber visitas. 
O tempo passa, a família Ambersons encontra-se em ruínas e, George, é obrigado a trabalhar como um funcionário de baixa remuneração em um escritório de advocacia. O desfecho, apesar de não ser o original, é muito bonito e tocante.
Em "Soberba" acompanhamos histórias de amores não correspondidos, aversão ao progresso e uma mãe super protetora que sacrificou a própria felicidade em função do seu filho. 
O mais surpreendente é que, mesmo cheio de buracos e incoerências no roteiro que acabam com o ritmo do filme, tudo isso devido a sua mutilação, recebeu quatro indicações ao Oscar, inclusive de Melhor Filme. Imagino que se não houvesse cortes, "Soberba" teria faturado o prêmio. Afinal, é um grande filme, com elenco fantástico, enredo, fotografia e figurinos impecáveis e direção sublime de Orson Welles.
Devido os picoteamentos, Orson Welles odiou e acabou descartando, mas eu achei um filme soberbo que recomendo para todos que apreciam os clássicos em preto e branco. 

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 88 minutos
Categorias: Drama, Romance, Clássico, Domínio Público
Classificação: 10 anos
Minha Nota: 9,2

Nenhum comentário:

Postar um comentário