Faça Suas Pesquisas Por Filmes, Diretores e Artistas

12/09/2015

Filme: "O Gato Preto (1934)"

"Que minha vida um dia, seja decidida em um tabuleiro!"

Quando resolvi assistir "The Black Cat", pensei que fosse baseado no famoso conto "O Gato Preto" do escritor Edgar Allan Poe, mas sai um pouco decepcionada, o filme não tem absolutamente nada a ver com o conto, apenas em seu conceito, e mais tarde foi admitido pelo próprio diretor, Edgar G. Ulmer, que isso foi uma ideia do estúdio apenas para efeitos comerciais. Porém, o filme é muito bom, traz uma trama interessante que envolve vingança, traição, satanismo e necrofilia. O lançamento aconteceu em 1934.

Após um acidente, o casal Peter (David Manners) e Joan Allison (Julie Bishop), encontram com o enigmático e sofrido Dr. Vitus Werdegast (Bela Lugosi) no trem durante sua viagem de lua de mel pela Hungria.
Ao dividirem a cabine com Werdegast, eles descobrem que o doutor está voltando para a cidade que defendeu durante a guerra, após longos 15 anos como prisioneiro, e assim poder visitar um antigo amigo, o arquiteto Hjalmar Poelzig (Boris Karloff).
Quando chegam no destino, o casal desce do trem em meio a uma forte tempestade, eles pegam o ônibus, no entanto, ocorre um acidente e o motorista morre. 
Essa situação acaba transformando o casal, em hóspedes forçados do excêntrico Poelzig, no castelo construído sobre a cova coletiva dos soldados que ele mesmo traiu durante a Primeira Guerra.
Aos poucos, descobrimos que Werdegast está lá para buscar vingança, que vem sendo elaborada desde que foi preso, deixando mulher e filha nas mãos do rival.
No decorrer do filme, Werdegast descobre que Poelzig tem um inusitado hobby: colecionar mulheres mortas mumificadas em redomas de vidro (incluindo sua falecida esposa) e que o personagem de Karloff é sacerdote de um culto satânico, sendo que seu livro de cabeceira é 'Os Rituais de Lúcifer'.
"O Gato Preto" é um filme ousado para a época, que provavelmente chocou as plateias, visto que, trata-se de um filme da década de 1930. Neste filme, morte é o fio condutor e tudo gira em torno dela.
É um filme difícil de assistir, diria que é bem esquisito. Vemos a obsessão de um homem em tentar preservar a vida, mesmo que isso envolva rituais, sacrifícios e satanismo. No mais, a fotografia é espetacular, direção e atuações excelentes, mas o que prende a atenção são os diálogos dos gênios Boris Karloff e do Bela Lugosi, fantásticos.
"O Gato Preto" é um filme que encontra-se em domínio público e recomendo para todos.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 65 minutos
Gênero: Terror, Policial, Aventura, Domínio Público
Classificação: 10 anos
Minha Nota: 8,3

Nenhum comentário:

Postar um comentário