12/09/2015

Filme: "Noites do Sertão (1984)"

"Não se espante assim meu moço com as noites do sertão."

"Noites do Sertão" é um filme nacional que foi adaptado do conto 'Buriti' de Guimarães Rosa, sob direção de Carlos Alberto Prates Correia e o lançamento aconteceu em 1984.

Trata-se de um filme muito bonito visualmente. O diretor faz uma releitura honesta do universo particular sertanejo de Guimarães Rosa. 

É um filme de silêncios, por isso muitas pessoas consideram cansativo, mas não é, aqui o desejo que se esconde por trás das falas reticentes jamais se revela por inteiro. Onde quase tudo se faz as escondidas.
A história se passa nos anos 50. Quando Lalinha (Cristina Aché) é abandonada pelo marido, ela acaba sendo convidada pelo sogro, Sô Liodoro (Carlos Kroeber) um fazendeiro do sertão mineiro, a viver em sua Fazenda Buriti Bom.
Ali, ela descobre um mundo novo, torna-se grande amiga das cunhadas, das quais recebe todo o apoio e, aos poucos, vai conhecendo as pessoas do lugar.
Maria da Glória (Débora Bloch), é a mais nova e apaixona-se por um veterinário, Miguel (Tony Ramos). 
Enquanto, a jovem Lalinha vai, aos poucos, desencadeando uma série de acontecimentos e envolvimentos afetivos.
Assim, com o tempo, ela tem a oportunidade de acompanhar as desditas da família: morte, insônia, paixões caladas, estórias da natureza e do homem, ciúmes, esperanças...
"Noites do Sertão" é um filme de sensibilidade. Os silêncios dos personagens são substituídos pelos olhares que revelam o desejo oculto de cada um. O filme não mostra, sugere. Insinua o que se passa por trás de um véu escuro, que esta e mesmo a melhor maneira de dizer que o que de fato acontece ali é que quase nada acontece.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 100 minutos
Gênero: Drama, Nacional
Classificação: 10 anos
Minha Nota: 7,5