23/09/2015

Filme: "Habemus Papam (2011)"

"Temos um Papa."

"Habemus Papam" é um filme italiano que foi exibido na mostra competitiva do Festival de Cannes, em 2011, ano de seu lançamento.

Nesta obra, o diretor e roteirista Nanni Moretti (que também atua) conduz seu filme de maneira surreal, porém possível de acontecer, sobre os bastidores do Vaticano, expondo com sutileza características humanas de forma a colocá-las em conflito com supostas obrigações divinas.

A trama inicia após a morte do Papa, quando o Conclave reúne-se para eleger o seu sucessor. São necessárias várias votações até que se veja a fumaça branca no céu do Vaticano.
Quando finalmente é eleito um cardeal, os fiéis amontoados na Praça São Pedro esperam em vão o novo soberano.
O cardeal escolhido para ser o novo Papa (Michel Piccoli) parece despreparado para suportar a responsabilidade de conduzir a legião católicos espalhados pelo mundo, ele se vê acometido de graves sintomas psicológicos como ligeira depressão e crise nervosa.
Incapaz de buscar a almejada solução interna, o Vaticano convoca o psicoanalista (Nanni Moretti) para diagnosticar e ajudar o papa a lidar com os seus problemas.
Entretanto, orientado a não mencionar sexo, o relacionamento com a mãe ou sonhos, o psicoanalista fica sem armas para lidar com essa situação fora do comum.
E para complicar a situação do psicoanalista, enquanto não conseguir recuperar o ânimo do papa, ele estará confinado no palácio do Vaticano.
Durante esse período, o psicoanalista se esforçará para transformar aqueles religiosos em seres doces e amáveis, distantes da imagem austera e rígida naturalmente esperadas naqueles homens.
Diminuído no trono papal desde o momento em que foi escolhido, o papa recém eleito acaba ficando prisioneiro no palácio, isso o deixa bastante frustado, justamente por impossibilitá-lo de lidar com a responsabilidade assumida.
Uma curiosidade interessante é que o cineasta Nanni Moretti é ateu, isso lhe da mais liberdade de mostrar o lado cômico do Vaticano, afinal, ele não acredita em vocação religiosa.
"Habemus Papam" é uma comédia dramática original, o roteiro excepcional é leve e divertido, fugindo totalmente daquilo que todos esperam, e por ser despretensioso, consegue atingir seu objetivo, além de humanizar aqueles homens de vestes púrpuras que vivem reclusos do mundo exterior.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 102 minutos
Gênero: Drama, Comédia
Classificação: Livre
Minha Nota: 8,7