Faça Suas Pesquisas Por Filmes, Diretores e Artistas

03/09/2015

Filme: "Disque M Para Matar (1954)"

"Estou procurando minha… aspirina."

"Dial M for Murder" é mais um filme dirigido com maestria por Alfred Hitchcock. Há tempos que eu queria assistir este filme e, após vê-lo, posso garantir, é um dos melhores do mestre do suspense. 

A trama foi elaborada nos mínimos detalhes, os diálogos são inteligentes e conseguem envolver o espectador, e a câmera de Hitchcock passeia pelo cenário, que surpreendentemente, é apenas um cenário. Praticamente toda a história se desenvolve entre as quatro paredes do apartamento. O filme foi baseado em uma peça da Broadway escrita por Frederick Knott, e por isso há todo um cuidado de Hitchcock em manter o aspecto teatral, em especial por se tratar de um ambiente de poucas mudanças de cenário. O lançamento aconteceu em 1954.
Na trama, Tony (Ray Milland), ex-tenista profissional decide matar sua mulher, Margot (Grace Kelly) para poder herdar seu dinheiro e também como vingança por ela ter tido um romance um ano antes, com o escritor Mark (Robert Cummings) que vivia nos Estados Unidos mas que no momento está na cidade.
Margot nem desconfia da intenção do marido, ambos vivem bem, aparentemente. Ele é carinhoso e atencioso com ela. O casal mora em um belo apartamento em Londres. 
Tony chantageia o colega de faculdade Lesgate, que na verdade é Swan (Anthony Dawson) para estrangular a esposa, dando a entender que o crime teria sido cometido por um ladrão.
Tony tem um plano elaborado nos mínimos detalhes, e uma imensa quantidade de argumentos poderosíssimos para fazer Swan aceitar a missão.
Entretanto, algo sai muito errado, e Tony encontra uma maneira de dar um rumo aos acontecimentos em proveito próprio.
Durante a investigação do astuto Inspetor Hubbard (John Williams), Tony faz o jogo correto, não deixando clara sua real intenção de incriminar a esposa. Condenada a morte, Margot pouco poderia fazer em sua defesa. Mas a insistência de Mark poderá mudar o rumo da história.
Hitchcock só precisou das duas cenas iniciais do filme para inteirar o espectador nos conflitos de seus personagens. Na primeira, temos Margot, trajada de um suéter branco, tomando café enquanto lê as notícias do dia no jornal e recebe um beijo rotineiro de Tony. Na situação seguinte, ela traja um vestido vermelho enquanto beija ardentemente seu amante, o escritor Mark Halliday. Essas cenas são o início de uma história de crime perfeito, nem tão perfeito.
"Disque M Para Matar" foi um dos pioneiros no uso bem sucedido da tecnologia 3D. Deixando claro que naquela época a tecnologia ainda estava em estado inicial, diria experimental.
Com muita criatividade, um elenco de primeira e um roteiro sensacional, Alfred Hitchcock fez de "Disque M para Matar" mais um dos grandes filmes de sua gloriosa carreira. Ele sabia extrair tensão de coisas simples e, neste caso, um objeto comum como o telefone consegue hipnotizar o espectador e, em seguida, deixá-lo em frangalhos. 
Excelente filme que recomendo para todos. 

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 105 minutos
Gênero: Thriller, Policial, Mistério, Clássico
Classificação: 16 anos
Minha Nota: 10,0

Nenhum comentário:

Postar um comentário