03/08/2015

Filme: "Cidadão Kane (1941)"

"Velhice... É a única doença, Sr. Thompson, da qual não se espera ser curado."

Escrever sobre o clássico "Citizen Kane" é algo que deve ser feito com grande responsabilidade, afinal, trata-se do filme mais perfeito já produzido, isso é quase uma unanimidade entre os grandes críticos de cinema, basta observar as listas divulgadas pela imprensa internacional, onde este filme ocupa a 1ª posição em praticamente todas as listas. Obra-prima e imortal do brilhante cineasta Orson Welles, que além de dirigir, produziu, roteirizou e ainda protagonizou o filme, tudo isso tendo pouco mais de 20 anos de idade. Coisas de gênio mesmo.

Esse marco do cinema foi lançado em 1941 e concorreu o Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator, Melhor Direção de Arte, Melhor Fotografia, Melhor Gravação de Som, Melhor Edição e Melhor Trilha Sonora. Foi o vencedor na categoria de Melhor Roteiro Original.

O filme conta a história de Charles Foster Kane (Orson Welles), um menino pobre que acaba se tornando um dos homens mais ricos do mundo.
Tem-se início um documentário. Através dele descobrimos que quem acabara de morrer. O documentário tem duração de mais ou menos 10 minutos e mostra tudo resumidamente o que será aprofundado pelas próximas duas horas de filme.
O repórter Jerry Thompson (William Alland) reconstitui a trajetória do empresário da imprensa Charles Foster Kane, buscando decifrar o significado de sua última palavra no leito de morte: 'rosebud'.
A morte de Kane comovera a nação e descobrir o porquê daquela palavra se torna uma obsessão para o jornalista, que acredita poder encontrar nela a chave do significado daquela vida atribulada. O repórter entrevista, então, as pessoas próximas deste homem emblemático.
Um emaranhado de informações vai se costurando, desde a infância pobre, revelando um Kane por vezes perturbado, mas sempre ambicioso. Kane herda uma fortuna e deixa de viver com os pais para ser criado por um banqueiro, Walter Parks Thatcher (George Coulouris). Após a maioridade, ele resolve dedicar-se ao jornalismo.
Ele conquista todas as estrelas da concorrência com salários maiores e praticando um jornalismo agressivo, Kane, ajudado por seu melhor amigo, Jedediah Leland (Joseph Cotten), consegue construir um verdadeiro império da mídia. Quando se casa com Emily Norton (Ruth Warrick), sobrinha do Presidente, Kane é considerado um dos homens mais poderosos da América.
Tenta carreira na política, concorrendo a governador como candidato independente; quando parece ter a vitória nas mãos, o outro candidato, Jim Gettys (Ray Collins), traz a público o romance secreto de Kane com Susan Alexander (Dorothy Comingore), cujo escândalo provoca sua derrota.
Pouco tempo depois ele se divorcia de sua primeira esposa, se casa com Susan e se isola em seu inacabado palácio de Xanadu. Com o passar dos anos, ele se torna cada vez mais amargo, até que Susan, cansada do isolamento em Xanadu, ela decide ir embora.
Após ter dois casamentos fracassados, Kane passa seus últimos dias sozinho no palácio que construiu e para o qual levou tudo que o dinheiro podia comprar, desde obras de arte de valor inestimável até os animais mais exóticos do planeta.
Aos poucos, Kane vai perdendo suas virtudes e aumentando os defeitos, e começa a ser retrospectivamente visto como alguém amargo, sombrio, arrogante, manipulador, cruel e impiedoso.
"Cidadão Kane" é um filme soberbo e dramático que relatou usos e abusos do dinheiro e do poder. É a clássica e velha tragédia americana sobre um homem de grande visão que chega ao topo e, depois, destrói a si e todos a sua volta.
O filme faz jus ao posto de número 1, afinal, vemos o uso de flashbacks, sombras, tem longas sequências sem cortes, mostra tomadas de baixo para cima, distorce imagens para aumentar a carga dramática, a iluminação é pouco convencional, o foco transita do primeiro plano para o background, os diálogos são sobrepostos e os closes usados com contenção. 
Nem todos os espectadores gostam deste filme, mas, analisando toda a sua importância, o filme é impecável e indispensável para quem aprecia a sétima arte. 
"Cidadão Kane" é um filme que se encontra em domínio público e está disponível no meu perfil no VK. Recomendo para todos, pois vale cada segundo assistido. É Inesquecível e continuará com sua importância por décadas, ou séculos. 

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 119 minutos
Gênero: Drama, Mistério, Clássico, Domínio Público
Classificação: Livre
Nota: 10,0

Nenhum comentário:

Postar um comentário