Faça Suas Pesquisas Por Filmes, Diretores e Artistas

24/07/2015

Filme: "O Corvo (1963)"

"Quem o mandou? É algum mensageiro alado e obscuro do além? Responda-me monstro, diga a verdade: terei novamente nos braços aquela que os anjos chamam de Lenore?"

"The Raven" é considerado um dos maiores clássicos do terror B de todos os tempos e foi baseado no poema gótico de Edgar Allan Poe, que você pode conferir AQUI traduzido por Fernando Pessoa.

Foi dirigido por Roger Corman e o lançamento aconteceu em 1963. Este clássico é uma comédia de fantasia com toques de terror macabro e gótico. E reuniu na mesma película, Vincent Price, Peter Lorre e Boris Karloff, grandes nomes do cinema de horror.
Quem conhece o poema "O Corvo" sabe que este é um dos mais tristes e melancólicos de Poe, onde a ave trás apenas a desilusão da perda em uma triste e solitária noite fria de dezembro. No entanto, aqui a história é narrada de forma leve, despojada, mas sem perder de vista seu caráter de horror macabro.
A história começa num castelo medieval horripilante, onde o mago Erasmus Craven (Vincent Price), encontra-se em seu quarto lamentando a perda de sua amada esposa Lenore (Hazel Court). Ele brinca com seus poderes telecinéticos e desenha um corvo de energia em pleno ar, quando, no exato momento, o pássaro negro bate em sua janela.
Contudo, o pássaro fala e o instruí a fazer uma poção mágica para transformá-lo, novamente, em um homem. Agradecido, o agora humano Dr. Adolphus Bedlo (Peter Lorre) percebe o sofrimento do bruxo e diz que Lenore, está na verdade viva e morando no castelo do rival de seu falecido pai.
Juntamente com sua filha, Estelle (Olive Sturgess) e do filho de Bedlo, Rexford (Jack Nicholson), eles partem para resgatar Lenore, no castelo do Dr. Scarabus (Boris Karloff).
Chegando no castelo eles descobrem que na verdade tudo não passa de um embuste, e Lenore trocou Erasmus pelo poder e dinheiro de Scarabus, assim como Bedlo fazia parte para atrair Craven até à armadilha.
Quando Craven, sua filha e Rexford são presos, Bedlo se arrepende do trato com Scarabus, este acaba sendo transformado novamente em corvo.
Desse momento em diante, a trama se desenrola de maneira cômica no confronto dos magos, numa burlesca luta até o duelo final que não é menos do que antológico e surpreende pelo bom nível dos efeitos especiais que dão vazão às mágicas de ambos os bruxos.
"O Corvo" é um filme bastante cultuado, que no meu ver, é merecido. Afinal, o roteiro é inteligente, a narrativa é recheada de reviravoltas, a fotografia e figurinos são um espetáculo. Gostei bastante do filme e recomendo.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 86 minutos
Categorias: Terror, Comédia, Fantasia, Clássico
Classificação: 10 anos
Minha Nota: 9,3

Nenhum comentário:

Postar um comentário