Faça Suas Pesquisas Por Filmes, Diretores e Artistas

26/04/2015

Filme: "Nó na Garganta (1997)"

"A coisa ruim de fugir de casa é não poder levar sua mãe com você."

"The Butcher Boy" é um filme impressionante, perturbador e terrivelmente bonito que nos apresenta um retrato completo de um garoto cuja personalidade está em constante (de)formação. Resultando numa obra forte mas ao mesmo tempo convidativa à ser vista por abordar diversas críticas que norteiam a sociedade atual.

O filme rendeu o prêmio "Urso de Prata" em Berlim, ao diretor irlandês Neil Jordan, que também dirigiu sucessos como "Entrevista com o Vampiro" e "Traídos pelo Desejo".

O lançamento aconteceu em 1997 e é uma adaptação do romance homônimo (mesmo título do filme) escrito por Patrick McCabe, em 1992.

A história se passa na Irlanda dos anos 60. Conhecemos Francie (Eamonn Owens), um garoto de 12 anos de idade que vive um drama estimulado por uma sociedade hostil e paranoica, potencializando sua doença mental.
Francis vem de um lar destroçado. É filho de um músico que vive bêbado (Stephen Rea) e de uma dona-de-casa com compulsão para fazer doces (Aisling O’Sullivan), mas que tem tendências suicidas. O garoto vive isolado, perambulando pelas ruas do vilarejo. A única companhia que ele tem é do melhor amigo Joe (Alan Boyle).
Mas essa amizade acaba sendo ameaçada pela mãe de outro colega, a Sra. Nugent (Fiona Shaw). A mulher acredita que Francis é má influência às demais crianças da cidade, e está decidida a fazer de tudo para impedir que o garoto se aproxime das outras crianças.
Cada vez mais sozinho e alienado, Francis encontra refúgio na sua imaginação, onde mistura elementos religiosos, revistas em quadrinhos, filmes e seriados classe B (àqueles bem sanguinários). 
O garoto trabalha em um açougue para reforçar o orçamento de casa. É uma ocupação que não ajuda a domar os instintos agressivos que rondam a mente perturbada do menino ruivo. Mas muito pelo contrário, aguçam ainda mais a sua imaginação doentia.
E em 110 minutos de filme, acompanhamos a agressividade crescente do menino, e aos poucos, fazemos uma viagem sem freios para dentro de uma mente à beira da loucura e da psicopatia. Consequências de uma comunidade paranoica e uma família completamente desestruturada. O cineasta Neil Jordan opta por levar a loucura e a agressividade do personagem até o fim. E convenhamos, filmes ditos “normais” não tem desfechos parecidos com esta obra. 
"Nó na Garganta" é um filme tecnicamente perfeito, com direção magistral, atuações incríveis dos artistas irlandeses, a fotografia e figurinos são impecáveis e a trilha sonora pop dá um requinte à obra. Pena ser um filme pouco conhecido.
Vale ressaltar que não é um filme para todos os públicos, pessoas sensíveis podem sair abaladas emocionalmente após vê-lo.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 110 minutos
Gênero: Comédia, Drama
Classificação: 12 anos
Minha Nota: 9,4