25/01/2015

Filme: "O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos (2014)"

"Devemos valorizar mais o lar que o ouro."

"The Hobbit: The Battle of the Five Armiens" não foi um filme que conseguiu prender a minha atenção. A fotografia, os figurinos e os efeitos especiais são excelentes, mas o roteiro deixou a desejar, se tornando inferior em relação aos seus dois antecessores. 

O impressionante sucesso da trilogia "Senhor dos Anéis" não se repetiu com a trilogia "O Hobbit", acredito que seja pela falta de conteúdo para adicionar nos filmes, pois o livro tem menos de 300 páginas, enquanto "O Senhor dos Anéis" tem mais de 1000 páginas.

Os filmes anteriores a este são "Uma Jornada Inesperada" e "A Desolação de Smaug". Este filme foi dirigido por Peter Jackson e seu lançamento aconteceu em 2014. Recebeu indicação ao Oscar de Melhor Edição de Som.

Nesta trama, Bilbo Bolseiro (Martin Freeman), Thorin Escudo-de-Carvalho (Richard Armitage) e a Companhia dos13 Anões conseguem recuperar a terra natal, porém, eles despertam a fúria das forças do mal.
O dragão Smaug (Benedict Cumberbatch) fica enfurecido e espalha toda sua ira sobre os homens, mulheres e crianças indefesas que residiam na Cidade do Lago.
Bard (Luke Evans) consegue deter o dragão Smaug é ele é escolhido pelos sobreviventes da Cidade do Lago como o novo líder.
Thorin fica obcecado pelo tesouro recuperado e sacrifica amizades e honra para guardá-lo, enquanto Bilbo tenta convencer o amigo do seu erro, levando o Hobbit a tomar uma decisão perigosa.
Durante essa aventura, Bilbo acaba encontrando o anel que desencadeia a saga "O Senhor dos Anéis".
Contudo, há ameaças ainda maiores e mais perigosas pela frente. Uma destas ameaças é o perigoso Sauron que é invisível para todos, exceto para o Mago Gandalf (Ian McKellen).
Sauron envia uma legião de orcs para atacar a Montanha Solitária. E antes do cair da noite, os homens, elfos e anões precisam se unir, caso contrário, todos serão destruídos.
Bilbo lutará pela sua vida e de todos os seus amigos, pois o futuro da Terra-Média está correndo muito perigo.
"O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos" tem muitas cenas eletrizantes de tirar o fôlego do espectador, e estão a altura das grandes batalhas apresentadas nos filmes anteriores. O acontecimentos são coerentes e cada ação dos personagens fazem algum sentido. Existe conexão entre os fatos.
No entanto, há muitos acontecimentos desnecessários com cenas melodramáticas de choro e personagens insignificantes dentro da trama, deixando o filme cansativo e entediante.
Se observarmos os detalhes deste filme, percebemos que a história deveria ser resumida em dois filmes e não três, como aconteceu. Como já citei, o efeitos visuais são incríveis, o filme também tem uma trilha sonora marcante, mas o enredo acabou enrolando demasiadamente e o desfecho não surpreendeu o público.
"O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos" é um bom entretenimento, no mas, deixa a desejar.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 144 minutos
Categorias: Fantasia, Aventura
Classificação: 12 anos
Minha Nota: 8,8

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo Correspondente