15/11/2014

Filme: "Tubarão (1975)"

"Você vai precisar de um barco maior."

"Jaws" é uma obra-prima do diretor Steven Spielberg que conseguiu uma proeza que poucos filmes conseguem, atingir uma marca de 250 milhões de expectadores. Trazendo para os dias atuais, o filme arrecadaria mais de 2 bilhões de dólares em bilheteria. O estrondoso sucesso fez surgir mais três sequências.

Seu lançamento aconteceu em 1975 e foi nomeado o melhor filme do ano. Recebeu indicação ao Oscar na categoria de Melhor Filme e ganhou nas categorias de Melhor Som, Melhor Edição e Melhor Trilha Sonora e acumulou inúmeros prêmios importantes do cinema.

O filme foi baseado no romance homônimo de Peter Benchley e a belíssima trilha sonora é de John Williams.

A astúcia de Spielberg foi fazer uma trama centralizada em um animal. Já de início, uma garota é atacada e morta pelo tubarão e diante deste fato, o xerife Martin Brody (Roy Scheider) tenta fechar a praia para os banhistas.
Mas Larry Vaughn (Murray Hamilton) que é o prefeito da cidade litorânea de Amity não permite devido estar próximo o dia 04 de julho, data muito importante para os lucros dos moradores locais.
No entanto, os ataques aos turistas continuam e após uma criança ser morta pelo animal é que medidas mais sérias são tomadas pelas autoridades locais.
O especialista em tubarões Matt Hooper (Richard Dreyfuss) desembarca em Amity para ajudar a resolver o problema com o animal assassino. 
Pouco antes de Matt chegar na cidade, alguns pescadores locais capturam um tubarão, porém, o especialista diz ser o animal errado, pois o animal capturado tinha mandíbula menor que aquela que provocou ferimentos na vítima. 
Após a confirmação de que se tratava do animal errado e que o verdadeiro assassino ainda estava solto nos mares que banhavam a cidade, Matt alerta o prefeito, porém, sem sucesso e no dia 04 de julho outro ataque ocorre, assustando moradores e turistas.
A única solução era capturar e matar o tubarão assassino. Então Hooper, juntamente com o xerife Brody e Quint (Robert Shaw) partem numa caçada mortal.
Quint é um experiente pescador que busca adrenalina, sua maior recompensa será capturar o tubarão com suas próprias mãos.
 "Tubarão" é um filme tenso do início ao fim, e nem precisa da presença do animal assassino para deixar o expectador com os nervos à flor da pele. Um exemplo é a primeira cena em que a moça é atacada, não vemos nenhum tubarão, só a garota sendo balanceada de um lado para o outro e em seguida, puxada para o fundo do mar.
Cada banhista que entra na água, a tensão aumenta, pois sabemos que o tubarão existe, mesmo sem vermos o animal. Passamos boa parte do filme tentando avisar mentalmente os banhistas.
Mas é importante lembrar que a trilha sonora contribui para esse grande nível de tensão gerado durante as cenas. A trilha sonora é a marca registrada do filme, basta ouvi-la que já temos certeza que o tubarão está por perto e aí, haja coração.
Tubarão
"Tubarão" fez um sucesso avassalador e lançou a moda dos filmes 'arrasta quarteirões', ultrapassando alguns dos maiores sucessos do cinema, como "A Noviça Rebelde", "O Exorcista" e "O Poderoso Chefão". Dificilmente haverá outro filme que possa superar a marca que o clássico de Spielberg deixou no cinema. 
Tubarão
Um filme perfeito.  Fenômeno de público de de crítica que recomendo para todos que apreciam grandes emoções.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 124 minutos
Gênero: Terror, Suspense, Aventura, Clássico
Classificação: 14 anos
Minha Nota: 10,0

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo Correspondente