23/11/2014

Filme: "Preso na Escuridão (1997)"

"Abra os olhos... Abra os olhos..."

"Abre los Ojos" é daqueles filmes que ficam na nossa mente para sempre. Sem nenhuma dúvida é um dos filmes mais marcantes que assisti e se tornou um dos meus favoritos. O roteiro é muito inteligente e nos surpreende a cada nova cena. É complexo e exige atenção multiplicada para distinguir os sonhos da realidade, mas é aí que está o sentido desta obra de arte sensorial.

É o terceiro filme que assisto do diretor Alejandro Amenábar, os outros foram "Alexandria" e "Os Outros" e já separei a filmografia completa pra assistir. Existe um remake muito famoso "Vanilla Sky", mas ainda não assisti, então nem me atrevo a comentar sobre ele.

Seu lançamento aconteceu em 1997 e recebeu dez nomeações ao Prêmio Goya (a premiação mais importante do cinema na Espanha).

A trama é centrada no jovem e belo César (Eduardo Noriega), um jovem órfão que herda uma grande fortuna dos pais.
Preso na Escuridão
César mora numa casa luxuosa e seu melhor amigo é Pelayo (Fele Martínez), no entanto, o sucesso que César faz com as mulheres deixa seu amigo com um pontinha de inveja. Principalmente, após Sofia (Penélope Cruz) entrar na vida dos dois.
A moça é apresentada a César por Pelayo durante uma das festas organizadas em sua casa, e após trocar algumas palavras, César se descobre apaixonado por Sofia, mesmo sem saber se ela estava tendo um envolvimento amoroso com Pelayo.
Mas Núria (Najwa Nimri), que é uma ex-namorada muito ciumenta de César não aceita ser trocada por outra mulher, ela passa a festa toda perseguindo o rapaz.
Na manhã seguinte, Núria aparece na frente de César e o convida para entrar no carro e conversar com ela. À princípio, César não aceita o convite, mas acaba cedendo, sem imaginar quais eram as verdadeiras intenções da moça.
Inconformada com a rejeição, Núria provoca um acidente de carro, tirando a própria vida e deixando César entre a vida e a morte. Após algum tempo, o rapaz se recupera, mas haveria algo que ele perdera no acidente, seu belo rosto, pois ficou desfigurado.
Após passar por várias cirurgias reconstrutivas da face, os médicos dizem que nada mais podem fazer e somente um milagre traria seu rosto de volta. César entra numa profunda depressão.
Mas o milagre acontece e César volta a ser belo como antes do acidente. Logo, Sofia reaparece e declara seu amor ao rapaz.
Toda essa felicidade logo dará lugar a estranhas e assustadoras visões, e César descobre que seu pior pesadelo estava apenas começando.
César vivia na sua zona de conforto, rodeado de belas mulheres e eventos, mas de repente sofre um golpe duro e cruel do destino, perdendo aquilo que considerava o bem mais valioso (sua beleza) e desmorona psicologicamente. Buscando um refúgio, ou até uma saída covarde, se esconder atrás de uma máscara.
"Preso na Escuridão" é um filme criativo, que conseguiu resultados cinematográficos espetaculares, para um orçamento baixo. Prova de que nem sempre orçamentos altos e um elenco repleto de estrela irá garantir sucesso de um filme.
Essa obra é fascinante e original, e a frase "Nunca apreciamos os bons momentos até que se acabam. Talvez por isso sejam bons momentos. Não paramos para pensar neles" citada no filme serve como uma lição de moral para todos nós. 
"Preso na Escuridão" é um filme surpreendente que recomendo para todos os apreciadores de bons filmes.
Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 117 minutos
Gênero: Ficção Científica, Mistério, Drama, Romance
Classificação: 16 anos
Minha Nota: 10,0