17/11/2014

Filme: "A Origem (2010)"

"Uma vez que uma ideia se apodera do cérebro, é quase impossível erradicá-la."

"Incepetion" é uma obra-prima do diretor Christopher Nolan, e foi baseado na noção de explorar a ideia de pessoas dividindo um espaço de sonhos, ou seja, isso fornece habilidades de explorar o inconsciente de alguém. Seu lançamento aconteceu em 2010. Um filme abstrato onde cada espectador pode interpretar de maneiras diferentes. Claro que teve momentos em que cheguei a ter vários 'nós' na minha cabeça, mas consegui desatá-los, talvez seja porque já conhecia a metalinguagem utilizada no filme. 

Recebeu indicações ao Oscar nas categorias de Melhor Filme, Melhor Roteiro Original, Melhor Direção de Arte e Melhor Trilha Sonora Original. Ganhou a estatueta nas categorias de Melhor Fotografia, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Edição de Som e Melhor Mixagem de Som. Além de receber inúmeros outros prêmios importantes do cinema ao redor do planeta. Portanto, é um filme de peso.

A trama gira em torno de Dom Cobb (Leonardo DiCaprio), um habilidoso ladrão que sabe como nenhum outro, extrair os segredos guardados nas profundezas do subconsciente durante os sonhos das pessoas.
A Origem
Essa habilidade rara que Cobb possui o transformou num cobiçado jogador no mundo da espionagem corporativa.
A Origem
No entanto, Cobb perdeu tudo aquilo que mais amava e ainda acabou virando um fugitivo internacional, sendo caçado pelas autoridades.
E em meio a esse turbilhão que se tornou sua vida, Cobb ganha uma chance de redenção. O rapaz recebe um trabalho muito especial e se conseguir realizá-lo, terá novamente sua vida normal.
Mas dessa vez ele não precisa fazer um roubo perfeito, ao contrário, Cobb e sua equipe tem que fazer o oposto: ao invés de roubar uma ideia, eles tem que plantar uma ideia.
Se eles obtiverem sucesso, terão cometido o crime perfeito. Porém, trata-se de um trabalho arriscado e nem mesmo o melhor de todos os planos conseguirá prepará-los para os ataques de um inimigo perigoso, mas Mal (Marion Cotillard) esposa de Cobb pode colocar tudo a perder.
Não é uma missão fácil, pois se dissermos "não imagine uma girafa voadora" logo nossa mente começa a imaginar o animar voando pelos ares, ou seja, a mente sempre irá perceber quando é induzida a acreditar em algo. E Cobb tem certeza que somente a manipulação da mente é capaz de conseguir tal proeza e para que isso funcione perfeitamente, é preciso ir fundo, no caso, um sonho dentro de outro sonho, dentro de outro sonho (três camadas de sonhos).
É possível fazer essa invasão do subconsciente, mas para isso, toda a equipe de Cobb precisa tomar sedativos extremamente fortes. No entanto, existe algo assustador, pois no sonho, ao morrermos, acordamos, mas fazendo uso dos sedativos, só iremos acordar após o efeito da droga passar e nesse meio tempo, poderemos ir para os recônditos mais obscuros da mente.
Os sonhos de Cobb são repletos de lembranças dolorosas, isso acaba afetando os trabalhos do rapaz, mas ele recebe a ajuda da jovem Ariadne (Ellen Page), uma estudante de arquitetura que tem a missão de levar a 'pura criação' aos limites mais extremos.
Quando estamos sonhando, cinco minutos podem durar horas, e quanto mais profundo você for, mais sonhos são imergidos dentro do primeiro sonho, isso vai deixando o sonho mais lento e os cinco minutos podem durar anos. 
Diante deste fato, todas as particularidades do subconsciente das pessoas que estão tendo os sonhos são invadidas, assim, todos os seus segredos são revelados, mas para que isso aconteça, a ideia precisa ser inserida dentro da mente.
A Origem
"A Origem" tem um conceito muito inteligente, pois o filme invade e reinventa o mundo dos sonhos. O expectador recebe a informação de que é possível entrar nos sonhos de outra pessoa, claro que necessita de aparelhos específicos, mas isso pouco importa, só a ideia da manipulação da mente através dos sonhos compartilhados já é suficiente para prender a atenção do início ao fim.
Atuações excelentes, trilha sonora perfeita e a direção impecável de Nolan como sempre, só poderia resultar nesta obra incrível do cinema. Um filme deslumbrante, feito para pensar, refletir e sentir. Certamente se tornará um clássico da atualidade.

Mais detalhes do filme na página do IMDb

Duração: 148 minutos
Gênero: Ficção Científica, Ação, Mistério, Clássico
Classificação: 14 anos
Minha Nota: 10,0

Nenhum comentário:

Postar um comentário